Mas aqui estão mais 12 bons motivos para incluir a massa na sua dieta alimentar:

  1. A massa é um alimento simples, de origem vegetal, com um reduzido impacto ambiental.
  2. Como o amido da massa é digerido de uma forma lenta, proporciona uma prolongada sensação de saciedade.
  3. As refeições à base de massa podem ser uma forma agradável de comer mais verduras, legumes e outros alimentos saudáveis que não são consumidos com frequência.
  4. Este é um alimento acessível e saudável. Um excelente exemplo para demonstrar que uma alimentação saudável não tem de ser cara e inacessível.
  5. A forma como a massa é produzida faz com que tenha um baixo índice glicémico.
  6. Com as taxas de incidência de obesidade e diabetes a crescer em todo o mundo, as refeições à base de massa, assim como outros alimentos com índices glicémicos reduzidos, ajudam a controlar o açúcar no sangue e o peso, sobretudo em pessoas com peso acima da média.
  7. Estudos clínicos já provaram que é o excesso de calorias a principal causa da obesidade e não a ingestão de carboidratos. Uma dieta equilibrada deve incluir opções saudáveis dos três grupos de macronutrientes – carboidratos, gorduras e proteínas.
  8. Um prato de massa pode ser moderado na sua quantidade de calorias, basta que a porção tenha a quantidade correta e o molho seja equilibrado.
  9. Esta é uma forma deliciosa de introduzir outros alimentos da saudável dieta mediterrânica na alimentação de crianças e adolescentes.
  10. A massa é um prato apreciado em diversas culturas por todo o mundo. A sua versatilidade faz com que seja facilmente adaptável aos ingredientes preferidos de cada região. É como uma tela em branco, pronta para receber os tons de cada cultura.
  11. O consumo de massa é indicado para quem pratica desporto e outras atividades físicas. A massa, assim como outros produtos elaborados à base de cereais, proporcionam energia dos carboidratos assim como proteína, essencial para o tecido muscular. Simples ou com um molho ligeiro, a massa é excelente para ser ingerida antes do treino ou combinada com outros ingredientes para ser consumida após o treino para melhorar o desempenho. Para quem treina, não é aconselhável uma dieta alta em proteína e baixa em carboidratos.
  12. A grande maioria das pessoas pode comer massa e não deve optar por produtos sem glúten, caso não sofram de alguma intolerância a este nutriente devidamente diagnosticada. Para as pessoas sensíveis ou alérgicas ao glúten ou celíacos, existem alternativas sem glúten.

Fontes: International Pasta Organisation; World Pasta Congress