Mercedes-Benz

Mercedes eléctricos made in China a partir de 2020

A "joint-venture" que a Daimler estabeleceu com a BBAC vai investir 655 milhões de euros numa nova fábrica de automóveis eléctricos e de baterias na China. A produção arranca em 2020.

Daimler AG

Autor
  • António Sousa Pereira

O Grupo Daimler, que integra a Mercedes-Benz, a Smart e a AMG, anunciou que vai investir, em conjunto com a chinesa BAIC Motor, através da sua joint-venture BBAC, 665 milhões de euros numa nova fábrica de automóveis eléctricos (da marca Mercedes-Benz) e de baterias na China.

Esta será a primeira unidade fabril do género que o conglomerado germânico instala fora do seu país natal, no que é considerado um passo decisivo para a implementação da sua estratégia eléctrica, de forma a conseguir satisfazer de modo flexível e eficiente o esperado aumento da procura por este género de proposta, para mais sendo a China o maior mercado automóvel do mundo e, por consequência, também para os veículos eléctricos.

A nova fábrica de baterias, em concreto, integrará a rede global de produção de baterias da Mercedes, na qual a marca prevê investir um total de cerca de mil milhões de euros, e de que fazem já parte as unidades fabris de Kamenz, inaugurada em 2010, e uma segunda fábrica, já em construção, que obrigou a um investimento de aproximadamente 500 milhões de euros. Já a fábrica de modelos eléctricos da Mercedes tem previsto iniciar a sua produção em 2020.

Prémios Auto 2017 Observador - A escolha dos portugueses

Coube-lhe a si decidir e está decidido. As votações para eleger os melhores automóveis introduzidos no mercado em 2017 estão oficialmente fechadas. Confira aqui os finalistas em cada uma das categorias. Dia 19 há festa (e você vai fazer parte dela).

Participe nos Prémios Auto Observador e habilite-se a ganhar um carroVer finalistas
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site