Se no concelho de Paredes de Coura agosto é sinónimo de música, setembro está a afirmar-se como o mês da alimentação vegetarina. Pelo terceiro ano consecutivo, a vila recebe o International Congress Paredes de Coura Vegetariana, com um painel de oradores portugueses e estrangeiros que vão debater, entre outras questões, o impacto ambiental das suas escolhas alimentares. O apresentador de TV João Manzarra, que se tornou vegetariano há alguns anos, é um dos oradores.

Mostrar Esconder

A taxa de inscrição, que inclui os almoços conjuntos vegetarianos, mas não os jantares, é de 20 euros pelos dois dias ou 10 euros por um dia. Devido à capacidade restrita do restaurante, os lugares para os almoços são limitados e preenchidos por ordem de chegada das inscrições. O preço sem almoço é de 15 euros pelos dois dias ou de 7,50 euros por um dia.

Mais informações neste link.

A terceira edição decorre de 8 a 10 de setembro e está sujeita a uma inscrição. No programa constam nomes como João Manzarra, que vai falar sobre a sua experiência pessoal enquanto vegetariano. Ao longo do fim de semana vão estar em debate temas como a alimentação saudável, a sustentabilidade, o tratamento ético de animais e a pegada ecológica que o mercado consumidor de carne provoca.

Será, ainda, possível assistir ao documentário What The Health, autoria do mesmo criador do polémico Cowspiracy (Kip Andersen, que esteve na segunda edição do congresso). Entre os principais oradores deste ano está Steven Wise, um destacado advogado dos direitos dos animais e em quem se centra o documentário “Unlocking the Cage”, outro filme que será exibido nesta edição do Congresso.

A primeira edição contou com 180 participantes, muitos mais do que os que eram esperados, de tal forma que a organização mudou o evento de localização para que fosse possível acomodar todos os inscritos. No ano seguinte já foram 220 as pessoas inscritas.

Para Joep Ingen Housz, um dos organizadores, “as primeiras duas edições do congresso deixaram claro o quão urgente é mudarmos os nossos hábitos alimentares para outros mais sustentáveis“. A Câmara Municipal de Paredes de Coura certificou-se de que as escolas do concelho tinham opções vegetarianas nos refeitórios, muito antes de isto se tornar obrigatória em Assembleia da República.

Cantinas e refeitórios públicos com opção vegetariana a partir de junho

Nas escolas de Paredes de Coura foi iniciado o Projeto Terra, uma parceria do agrupamento com o município e a Associação Quinta das Águias, com o objetivo de consciencializar os alunos através de uma plantação de vegetais e um projeto de recolha de sementes.

Também o comércio local está muito envolvido, garante Joep, referindo-se não só aos restaurantes da vila, que quase todos oferecem opções vegetarianas, mas também a uma empresa do concelho que lançou uma alheira vegetariana que hoje é um sucesso de vendas a nível nacional.

O congresso internacional decorre entre 8 a 10 de setembro. (Foto: Câmara Municipal de Paredes de Coura).

(Artigo corrigido com informação sobre a presença do advogado Steven Wise na edição deste ano).