A Honda foi ao Salão Automóvel de Frankfurt não apenas dar a conhecer algumas das suas mais importantes evoluções em termos tecnológicos, mas também deixar uma garantia: a partir deste momento, o construtor japonês não lançará, nos mercados europeus, qualquer modelo que não possua uma qualquer forma de electrificação. Garantia que foi dada pelo próprio presidente e CEO da Honda Motor Company.

Na Europa, assistimos a esta tendência rumo à electrificação, de uma forma ainda mais forte do que em qualquer outro ponto do globo”, aponta Takahiro Hachigo.

Razão pela qual o fabricante diz acreditar que o interesse por veículos híbridos e 100% eléctricos, entre os consumidores europeus, só pode aumentar. Dando assim força aos planos já anunciados pela Honda, que passam pela electrificação de, pelo menos, dois terços da gama europeia, até 2025. Com a transição a ficar completa até 2030.

[jwplatform fxYEZczv]

Como passo mais recente nesta tendência, a Honda apresentou em Frankfurt não só o seu protótipo de veículo 100% eléctrico Urban EV, construído sobre uma plataforma completamente nova e que deverá evoluir para um modelo de produção dentro de, sensivelmente, dois anos, mas também o já conhecido CR-V Hybrid Prototype. Este já bem mais perto da fase de produção que o anterior e que se distingue por utilizar uma transmissão capaz de enviar a potência para as rodas, sem quaisquer perdas na transição.

Sobre o Urban EV, Hachigo garantiu que “não se trata de uma qualquer visão sobre um futuro distante”, pois “a versão de produção chegará à Europa já em 2019“.

[jwplatform G6HkrLOT]

Já quanto ao CR-V Hybrid Prototype, o modelo definitivo deverá chegar à Europa ainda em 2018, com a missão específica de substituir as versões a gasóleo do modelo. “Com início da comercialização agendado já para o próximo ano, este será o primeiro SUV híbrido Honda à venda na Europa”, sublinha o vice-presidente sénior da Honda Motor Europe, Philip Rose.