Tudo parecia perfeito. Um casal, em conjunto com o filho, estava num avião da Qatar Airways rumo a Bali, na Indonésia, para umas férias de sonho. Mas tudo iria mudar ainda a bordo.

Quando ele adormeceu, a mulher, uma iraniana, pegou no polegar do marido para desbloquear o telemóvel sem que ele soubesse. E foi aqui que tudo descambou. Descobriu que ele era infiel, acordou-o, bateu-lhe repetidamente e deixou o avião em alvoroço. A comitiva do avião tentou de tudo para acalmar a mulher, mas a instabilidade era demasiada: o piloto decidiu que era mais seguro para todos os passageiros aterrar de emergência.

O vooQR-962 da QatarAirways foi desviado para Chennai, Índia, depois de um pedido do piloto causado por comportamento indisciplinado de um passageiro”, contou um funcionário das forças de segurança indianas ao Hindustan Times.

O casal e o filho ficaram retidos no centro de detenção do aeroporto de Chennai porque não tinham visto para permanecer em território indiano. Mais tarde, embarcaram num voo para Kuala Lumpur, na Malásia.