O número de mortos dos deslizamentos de terra e lama registados no início da semana na região sul da Califórnia subiu para 20, continuando desaparecidas quatro pessoas, segundo um novo balanço divulgado no último domingo.

Entretanto, as autoridades norte-americanas anunciaram o fim das operações de socorro na zona de Montecito, no estado da Califórnia (costa oeste). O xerife do condado de Santa Monica, Bill Brown, indicou que iriam manter-se as buscas, o que permitia às autoridades libertar recursos que já não são necessários e, ao mesmo tempo, continuar a operação a um ritmo mais seguro.

De acordo com os serviços de socorro do condado de Santa Barbara, as equipas continuam a procurar mais vítimas nos escombros das casas atingidas. Pelo menos 65 casas ficaram destruídas e 450 danificadas.

As fortes chuvas que caíram na região, ainda há pouco devastada por violentos incêndios que reduziram a vegetação, criaram as condições perfeitas para que ocorressem os deslizamentos nas colinas de Montecito e outras localidades de Santa Barbara, noroeste de Los Angeles. “O ambiente instável continua a apresentar perigo para os civis e para as equipas de socorristas” e “as enormes quantidade de lama e de detritos tornam difícil o acesso”, referiram as autoridades em comunicado.

As fortes chuvas que caíram na região, ainda há pouco devastada por violentos incêndios que reduziram a vegetação, criaram as condições perfeitas para que ocorressem os deslizamentos nas colinas de Montecito e outras localidades de Santa Barbara, noroeste de Los Angeles. Ficaram destruídas 65 casas e 450 foram danificadas.