Não é a primeira vez que a BMW tenta produzir uma berlina espaçosa e luxuosa, com muita potência, um chassi eficaz e um visual apaixonante, capaz de derreter o coração dos amantes de desportivos. Mas, desta vez, parece ter acertado na estética por completo, o que é meio caminho andado. Dito de outra forma, este é um automóvel com espaço, quatro portas e espírito de coupé, capaz de disputar o mercado que até aqui é quase exclusivo do Porsche Panamera.

E a BMW está longe de estar sozinha nesta perseguição ao familiar da Porsche, uma vez que, também em Genebra, surgiu o Mercedes-AMG GT Coupé de 4 Portas, exactamente com o mesmo objectivo. Segundo o vice-presidente do Design da BMW M, Domagoj Dukec, o M8 Gran Coupe “é um automóvel concebido para os condutores que buscam algo especial e pretende sobressair no meio da multidão”. E vai mais longe:

A BMW está, neste caso, nitidamente a elevar o luxo acima da sua zona de conforto.”

Não são ainda conhecidos dados mecânicos, mas é quase certo que a versão M8, o topo da gama e aquela que vai rivalizar mais de perto com o Panamera Turbo S E-Hybrid de 680 cv (550 do motor a gasolina e 136 do eléctrico), contará com o mesmo 4.4 V8 montado no novo M5, com 600 cv. A este o fabricante certamente associará uma motorização eléctrica, para dar corpo a uma versão híbrida, pelo que a potência final facilmente ultrapassará os 700 cv. É claro que o Série 8 Gran Coupe não vai viver exclusivamente da versão M, pelo que são de esperar motorizações mais simples, a gasolina e a gasóleo.

A BMW deixou ainda a promessa de que o Concept M8 Gran Coupe passará à produção em série já em 2019 e com uma forma praticamente idêntica à deste protótipo.

[jwplatform YW9XmFMa]