Lavrar, ceifar, pulverizar. Certamente, para a grande maioria, é este tipo de utilização que é esperado das máquinas agrícolas. E nunca acelerar! Mas, para pilotos da colheita de Stig, o caso muda de figura.

O piloto, que é conhecido pelo seu capacete, tratou de aparecer com o dito no campo. No caso, a pista de Bruntingthorpe, um aeródromo em Inglaterra que em tempos chegou a ser utilizado pela Royal Air Force. O objectivo era deitar por terra a marca de 130,14 km/h alcançada em Fevereiro de 2015, na Finlândia. E, assim, semear um novo recorde de velocidade em… tractor!

Está claro que, para garantir uma maior probabilidade de sucesso nesta empreitada, a máquina agrícola foi alvo de umas “ligeiras” alterações. Desde logo, um V8 Chevrolet 5,7 litros, capaz de debitar mais de 500 cv.

Perante os técnicos do Guinness World Records, Stig tratou de atiçar as feras e levou o tractor primeiro até aos 147,93 km/h e, numa segunda volta (sem a qual o recorde não pode ser validado), até aos 132,97 km/h. Cumpridas as duas passagens, e depois de uns cálculos do Guinness, temos que o intrépido piloto é agora o mais rápido do mundo ao volante de um tractor, com uma velocidade média de 140,44 km/h.