A nova Política de Dados do Facebook causou ontem “pânico” a muitos utilizadores do Tinder, que não conseguiam aceder à aplicação. Na sequência do escândalo que envolveu a consultora britânica Cambridge Analytica, a empresa de Mark Zuckerberg anunciou uma série de mudanças, algumas das quais relacionadas com as aplicações que permitem fazer login com o Facebook. A partir de agora, a rede social vai ter que aprovar as aplicações que querem ter acesso a informações dos utilizadores. Além disso, as aplicações não vão mais poder aceder a informação relacionada com religião, orientação política, lista de amigos, educação, trabalho e relacionamentos.

A situação começou logo a ser resolvida por responsáveis das duas redes sociais, uma informação confirmada à WIRED por um porta-voz do Facebook: “Estamos a trabalhar com o Tinder para resolver este problema”. A solução passou por dizer aos utilizadores do Tinder para instalar a versão mais recente da aplicação. No entanto, não se sabe qual das alterações feitas pelo Facebook é que causou este problema.

Certo é que durante algumas horas, vários utilizadores do Tinder ficaram em “pânico”, com medo de ter perdido todas as conexões naquela rede social. No Twitter, uma utilizadora queixou-se de ter perdido todas as mensagens.

Houve ainda um utilizador que disse que o facto de a aplicação não funcionar era “um assunto sério” por ter um encontro naquela noite e não saber o número de telefone da pessoa com que se ia encontrar. Outros optaram por mostrar a mensagem que aparecia quando se tentava entrar na aplicação usando os dados do Facebook.

https://twitter.com/ngardideh/status/981626560171126784