Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Esta fotografia de um professor de Física a pegar no bebé de uma aluna está a tornar-se viral. A estudante levou o filho para a Universidade do Arkansas, Estados Unidos, porque não tinha ninguém a quem o deixar e o professor, enquanto dava a matéria, pegou no bebé ao colo para que a mãe pudesse tirar notas. Algo incomum para aqueles que observam a imagem, mas, para o professor, nada tem de novo: é que já não é a primeira vez que acontece.

Bruce Johnson é o nome do protagonista da foto que está a correr mundo. A dar aulas há 24 anos, o professor de Física contou à CNN que, só este semestre, duas ou três alunas levaram os filhos para as suas aulas — “Estas são algumas das experiências mais incríveis. Recentemente, uma estudante trouxe o filho de 2 anos e brincámos durante algum tempo”, contou Johnson.

No Arkansas muitos professores universitários permitem que os seus alunos levem os filhos para as aulas se não tiverem quem cuide deles. O professor Bruce Johnson confessou que fica impressionado com os estudantes que trabalham, estudam e ainda estão a construir família e acrescentou: “Aquilo que fazemos é apenas uma pequena fração comparado com todo o trabalho que eles têm”.

A foto começou por ser partilhada por um colega de Johnson no Twitter, onde escreveu: “Uma das minhas estudantes enviou-me esta foto do meu colega, Bruce Johnson, de Física. Ela teve um problema na creche, então ele disse-lhe para ela trazer o bebé para a aula. Depois isto aconteceu”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Não consegui resistir ao seu sorriso desarmado e aos seus pequenos braços estendidos na minha direção. Então perguntei à mãe se podia pegá-lo ao colo”, contou o professor, explicando que o episódio da foto já aconteceu há cerca de duas semanas.

Kristen Black, a mãe do bebé, explicou ao professor de Física que não conseguia encontrar uma ama e Johnson disse-lhe que não se preocupasse e que o trouxesse para as suas aulas. Johnson, que está impressionado com a atenção que está a ser dada à foto, espera que “nenhum pai sinta que uma sala de aula é um local inimigo para as suas crianças”. A verdade é que esta ação permite que mesmo as pessoas que estejam a construir família possam estudar ao mesmo tempo. Black diz que estava assustada por pensar que ser mãe podia levá-la a deixar de estudar, mas agora faltam-lhe apenas três semestres para se graduar.