Stephen Colbert e Jimmy Fallon responderam às críticas de Donald Trump num vídeo de abertura do programa “The Late Show with Stephen Colbert”, esta terça-feira. E ainda tiveram uma ajuda de Conan O’Brien.

O vídeo começa com Colbert a ‘ensaiar’ uma piada sobre o Presidente dos Estados Unidos, em frente a um computador. Altura em que recebe uma videochamada do seu colega de profissão Jimmy Fallon. “Olá ‘lowlife'”, disse Fallon. “Olá ‘lost soul'”, respondeu a Colbert.

“Lowlife” — “miserável” — e “lost soul” — “alma perdida” — são uma referência a Trump. Na semana passada, Jimmy Fallon falou, no podcast do Hollywood Reporter, sobre a entrevista que fez a Trump em setembro de 2016 — e que foi alvo de duras críticas na altura. “Não o fiz para o ‘normalizar’ ou para dizer que acredito nas crenças políticas dele”, afirmou o apresentador.

Palavras que o Presidente atacou não só através da sua página de Twitter como também num comício na Carolina do Sul, esta segunda-feira. “O Jimmy Fallon está a choramingar a toda a gente que fez aquele famoso ‘programa do cabelo’ comigo (em que ele deu mesmo cabo do meu cabelo) e agora teria feito de maneira diferente porque se diz que me ‘humanizou’ — ele está a ser criticado! Ele ligou e disse “ótimas audiências”. Sê homem, Jimmy!”

“Viram o Jimmy Fallon?”, disse o Presidente durante o comício. “O tipo dá cabo do meu cabelo (…) ficou desiludido quando descobriu que era verdadeiro, não queria acreditar. (…) Jimmy Fallon a pedir desculpa por me humanizar, o pobre coitado porque nos vai perder a todos.”

Trump também se referiu a Stephen Colbert, dizendo que “o tipo da CBS é um ‘lowlife’ [miserável]”. “A sério, estas pessoas têm graça? (…) Eles não são pessoas talentosas.”

Fallon já se tinha referido ao tweet do Presidente dos Estados Unidos no seu programa “Tonight Show”, na segunda-feira. “Quando vi que Trump me tinha insultado no Twitter, ia responder imediatamente, mas depois achei que tinha coisas mais importantes para fazer, e depois pensei: ‘Mas calma, não devia ele ter coisas mais importantes para fazer?’ Ele é o Presidente dos… O que estás a fazer? És o Presidente!”

Mas voltando ao vídeo do programa de Colbert. Depois dos iniciais cumprimentos, Colbert pergunta a Fallon o que ele está a fazer: “Só a choramingar”, diz Fallon. “Sê homem!”, responde Colbert, acrescentando que está “ocupado a não ter talento”.

Os apresentadores fazem em seguida referência ao comício na Carolina do Sul, ambos dizendo que não viram as declarações de Trump. “Ouvi dizer que ele disse coisas horríveis sobre nós”, afirma Fallon. “A sério? Nem parece dele!”, acrescenta Colbert. “Ouvi dizer que ele disse ‘sem talento’, ‘miserável’ e ‘almas perdidas'”, diz Fallon, com Colbert a responder: “Isso não está certo, isso é o Conan.”

É nesta altura que Conan O’Brien surge na conversa dos apresentadores, a fazer a barba. O também apresentador faz-se de desentendido relativamente ao facto de Trump ser presidente dos Estados Unidos. “Presidente quem? Donald Trump? O tipo do imobiliário que vende bifes… ele é Presidente?” “Sim”, responde Fallon.

“Uau… Como é que ele se está a safar?”, questiona Conan, ao que Colbert responde: “Não muito bem!”. “Bem, deem-lhe tempo e lembrem-se, por favor, sejam civilizados. Se não tivermos cuidado, isto pode tornar-se feio.” Já no final do vídeo, Jimmy Fallon pergunta a Stephen Colbert se sempre estão combinados para o almoço. “Sim, onde queres ir comer?”, “Ao Red Hen?”

Recorde-se que Sarah Sanders, porta-voz da Casa Branca, foi expulsa do restaurante Red Hen, no estado da Virginia, por trabalhar para Donald Trump.

Trump comentou o caso, através do Twitter, referindo que o restaurante que se recusou a servir Sanders devia concentrar-se na limpeza dos seus toldos e portas “imundos”.