A cidade do Porto também já está a registar taxas homólogas de aumento das rendas na casa dos 20%, como acontece em Lisboa desde o início de 2017, segundo dados avançados pelo Diário de Notícias. A nível nacional, segundo dados do Índice de Rendas, os preços no arrendamento aumentaram 13% no primeiro trimestre, que corresponde à maior subida percentual desde 2014.

A subida dos preços das rendas de casa não está a dar sinais de desaceleração. Apesar de cada novo indicador que é divulgado comparar com valores de base cada vez mais elevados, as taxas de crescimento continuam a subir. Em Lisboa os preços estão a subir a dois dígitos desde 2016 e há dois trimestres consecutivos que a valorização deste mercado se mantém acima de 20%.

Mas quem está, nesta fase, a dar um grande contributo para a subida das rendas a nível nacional é o Porto, que já está a registar as mesmas taxas de aumento dos preços que se verificam em Lisboa desde o final de 2016/início de 2017.

Há sete anos que o Porto não subiam 20%, como aconteceu no primeiro trimestre, entre janeiro e março de 2018. Em relação ao trimestre anterior, a variação homóloga acelerou quatro pontos percentuais.