Municípios

Abertos 40 estágios em municípios afetados pelos incêndios no ano passado

O Governo anunciou a abertura, na próxima segunda-feira, das candidaturas para 40 estágios na administração local em regiões afetadas pelos incêndios.

MARIO CRUZ/LUSA

O Governo anunciou esta quinta-feira a abertura, na próxima segunda-feira, das candidaturas para 40 estágios na administração local em regiões afetadas pelos incêndios.

Numa nota, o Ministério da Administração Interna (MAI) informou que as pré-candidaturas das entidades promotoras de estágios relativos à primeira fase da 6.ª edição do Programa de Estágios Profissionais na Administração Local (PEPAL) decorrem de 16 a 27 de julho, com a previsão de abertura de 40 estágios remunerados, com uma duração de 12 meses. Esta edição do PEPAL “tem como prioridade a temática do sistema de informação cadastral simplificada” em zonas afetadas pelos incêndios rurais do ano passado.

Os municípios destinatários são os que estão integrados no projeto-piloto de informação cadastral lançado no ano passado: Pedrógão Grande, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Góis, Pampilhosa da Serra, Penela, Sertã e Proença-a-Nova (região Centro), e Alfândega da Fé e Caminha (Norte). Numa segunda fase, o PEPAL será alargado ao restante território do continente.

A informação sobre os procedimentos relativos às pré-candidaturas será disponibilizada na página eletrónica da Direção-Geral das Autarquias Locais (DGAL), acrescentou o MAI.

Implementado em novembro passado, o projeto-piloto do Sistema de Informação Cadastral Simplificada está a ser feito através do Balcão Único do Prédio (BUPi), um balcão físico e virtual, da responsabilidade do Instituto dos Registos e do Notariado (IRN), que vai agregar a informação registal, matricial e georreferenciada relacionada com os prédios.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)