Rádio Observador

Dinheiro

Crédito à habitação a 100%? Já é possível

1.392

Nove instituições financeiras estão a fornecer empréstimos hipotecários que ultrapassam 80% do valor de compra dos imóveis. O EuroBic pode financiar até 100% do preço de aquisição.

Franck Metillon/Flickr

Agora que as taxas de juro dos novos créditos à habitação estão nos mínimos mais baixos de que há registo — 1,41% em maio passado, em média, segundo o Banco de Portugal —, quem compra casa procura outras vantagens além dos custos reduzidos. Maximizar o montante financiado pode ser uma delas.

A maioria dos 29 grupos bancários que preveem conceder financiamento para a compra de casa não empresta mais de 80% do valor do imóvel. Todavia, nos últimos meses, algumas entidades começaram a subir o montante máximo financiado. Agora, alguns consumidores podem conseguir que um banco lhe financie a totalidade do valor de compra.

O EuroBic empresta até “100% do valor do investimento”, desde que esse montante não ultrapasse “90% do valor da avaliação” do imóvel, de acordo com o preçário da instituição, atualizado a 3 de julho de 2018. Assim, o EuroBic pode emprestar 100 mil euros a um cliente que queira comprar uma habitação própria por 100 mil euros, se a avaliação bancária apontar para um valor superior a 111.111,11 euros, por exemplo.

No início deste mês de julho, entrou em vigor uma recomendação do Banco de Portugal que impõe um empréstimo máximo de 90% do menor entre a avaliação e preço de compra nos financiamentos para aquisição de habitação própria.

O EuroBic não está sozinho nos empréstimo superiores a 80% do valor da casa. O Crédito Agrícola e a sucursal portuguesa da Unión de Créditos Inmobiliarios (UCI) fornecem crédito até 90% do preço de aquisição, desde que o valor de avaliação bancária seja igual ou superior a esse montante. O Santander Totta também pode emprestar até 90% do preço de compra, mas atribui um teto máximo de 85% do valor de avaliação.

Quem dá crédito à habitação superior a 80% do preço de compra?
Foram considerados os empréstimos a taxa variável com garantia hipotecária para compra de habitação própria no regime geral. Há pouco mais de dois anos, nenhum emprestava mais de 85% do valor do imóvel.
Instituição Taxa de juro Montante máximo financiado
EuroBic Euribor 6 ou 12 meses + 1,49% a 3,10% 90% do valor de avaliação, até 100% do valor de compra
Crédito Agrícola Euribor 12 meses + 1,20% a 2,65% 90% do valor do imóvel (o menor entre avaliação e compra)
UCI Euribor 6 meses + 1,75% a 2,75% 90% do valor do imóvel (o menor entre avaliação e compra)
Santander Totta Euribor 12 meses + 1,15% a 2,50% 85% do valor de avaliação, até 90% do valor de compra
Banco BPI Euribor 12 meses + 1,50% a 4,10% 85% do valor do imóvel (o menor entre avaliação e compra)
Banco CTT Euribor 12 meses + 1,20% a 2,10% 85% do valor do imóvel (o menor entre avaliação e compra)
Caixa Geral de Depósitos Euribor a 12 meses + 1,30% a 5,35% 80% do valor de avaliação, até 90% do valor de compra
Millennium bcp Euribor 12 meses + 1,25% a 3,00% 80% do valor de avaliação, até 90% do valor de compra
Novo Banco Euribor 12 meses + 1,25% a 5,00% 80% do valor de avaliação, até 90% do valor de compra
Fonte: bancos a 13 de julho de 2018.

É possível que, em situações específicas, outros bancos além dos que estão na lista anterior emprestem mais de 80% do valor da habitação. É o caso, por exemplo, dos empréstimos dos clientes que adquirem imóveis nas carteiras dos bancos financiadores.

A lista anterior inclui algumas das instituições financeiras que propõem os spreads — a margem de lucro na operação — mais baixos da banca, como o Santander Totta (desde 1,15%), o Crédito Agrícola (1,20%) e o Banco CTT (1,20%), mas exclui outras, como o Bankinter, que tem um spread mínimo de 1,15%, mas financia até 80% do valor do imóvel.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Eleições

Eis o social - ismo

Luís Areias

O mais grave é que, tipicamente, o Estado não só não se preocupa em economizar, pois os recursos não foram ganhos com suor mas sim tirados coercivamente aos contribuintes, como nunca maximiza o valor.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)