Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O homem de 29 anos que na passada segunda-feira desapareceu na barragem de Santa Clara, em Ourique, é amigo da família de um magnata do imobiliário britânico. Richard Chapelow, que permanece desaparecido nas águas da barragem, é amigo de Harry Hunt, filho de Jon Hunt, um dos mais proeminentes empresários do Reino Unido, bilionário e fundador da Foxtons, uma das principais agências imobiliárias do país.

De acordo com o Telegraph, Richard Chapelow estava a passar férias com a família Hunt na zona de Ourique, onde o empresário britânico possui várias propriedades. O gestor de marketing de 29 anos foi praticar desportos aquáticos com outros nove cidadãos britânicos na tarde de segunda-feira: seis ficaram num barco, os outros quatro, incluindo Chapelow, navegaram a bordo de um barco insuflável tipo banana. 

A barragem de Santa Clara, em Ourique, é frequentemente utilizada para a prática de desportos aquáticos

A dada altura, por volta das cinco da tarde e por motivos ainda por explicar, o barco tipo banana virou-se e os quatro tripulantes caíram à água. Três nadaram de volta à superfície enquanto que o quarto, Richard Chapelow, nunca mais foi avistado. A esperança de encontrar o britânico com vida é reduzida e isso foi confirmado por um comunicado da família Hunt, que se declarou “devastada com a perda de Richard”.

“Os nossos pensamentos e orações estão por completo com a família do Richard e pedimos que seja dado espaço a ambas as famílias para fazer o luto desta perda dolorosa. Vamos trabalhar de perto com as autoridades portuguesas para perceber o que se passou e estamos gratos à polícia local e aos bombeiros pelos seus esforços. É tempo de grande mágoa”, podia ler-se no comunicado da família de Jon Hunt.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Foram mobilizados para o local os bombeiros de Ourique e de Odemira, assim como barcos e mergulhadores. A grande profundidade e as escarpas têm dificultado a eficácia das buscas, que foram retomadas esta quarta-feira com um reforço de meios.

Jon Hunt, de 65 anos, tem uma fortuna avaliada em 1.186 mil milhões de libras e tem outros três filhos para além de Harry. Além da Foxtons, é ainda o dono do restaurante de luxo Pavilion, em Londres, e foi o principal impulsionador da Wilderness Reserve, uma área de lagos naturais protegidos na região de Suffolk.