Um avião da Emirates com cerca de 521 passageiros a bordo, vindo do Dubai, foi posto esta quarta-feira em quarentena no aeroporto JFK, em Nova Iorque.  A Emirates veio garantir através do Twitter que apenas dez pessoas se apresentaram doentes e estão a receber tratamento no local “por precaução”, apesar do número oficial de doentes ainda não ter sido confirmado. Segundo avança a Renascença, o piloto do voo é português e estará bem de saúde. O rapper Vanilla Ice era um dos passageiros do voo e disse estar “feliz” por estar na classe executiva, longe dos passageiros afetados.

Várias ambulâncias foram chamadas ao local para atender aos passageiros do voo #EK203 da Emirates, às 09h10 (14h10 em Portugal continental). A informação foi avançada pelo gabinete do presidente de câmara de Nova Iorque, Bill de Blasio, que também confirmou que o avião foi recebido por elementos dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças, agência do Departamento de Saúde norte-americano, se deslocassem ao local.

A unidade de contraterrorismo da polícia de Nova Iorque informou, através da rede social Twitter, que está a acompanhar o que parece ser uma “situação médica”. O porta-voz do presidente da Câmara de Nova Iorque, Eric Phillips, esclareceu no Twitter que o voo proveniente do Dubai fez escala em Meca, que estará a lidar com um surto de gripe.

Imagens captadas por helicópteros dos canais noticiosos norte-americanos mostram um aparelho na pista cercado por veículos dos serviços de emergência e elementos das equipas de controlo de terra do aeroporto.

Os passageiros já foram autorizados a sair do avião e a deslocarem-se para o terminal do aeroporto depois de preencher um formulário do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças, como relata um dos passageiros. Larry Coben foi um dos 521 passageiros no avião e utilizou o Twitter para partilhar com o exterior a experiência das pessoas a bordo.

Também o rapper Vanilla Ice utilizou a rede social para partilhar o momento. Num vídeo captado a partir do interior do avião, Vanilla Ice mostra todo o aparato em redor do avião. Noutro tweet, Ice mostrou-se “feliz por estar no andar de cima”, longe das pessoas que estavam doentes.

(em atualização)