A Fundação Calouste Gulbenkian e a Nova School of Business & Economics (Nova SBE) juntaram-se para lançar o primeiro mestrado em Empreendedorismo e Impacto em Portugal e um programa de formação de executivos de três dias, dirigido a líderes de empresas. A parceria foi anunciada esta quinta-feira e criada no âmbito da nova cátedra Gulbenkian da Nova SBE, dedicada à economia de impacto (“Gulbenkian Chair of Impact Economy”).

Segundo o comunicado enviado, o programa vai ter início no ano letivo 2019/2010 e pretende mostrar “a ideia de que os novos desafios sociais ocupam um espaço cada vez mais relevante na economia e na sociedade e que a sua resolução passa por uma transformação na atitude das organizações”. Serão três as vertentes de especialização: empreendedorismo, empreendedorismo social e intra-preendedorismo.

Procuramos não só dar mais força à capacidade de investigação sobre estes novos temas em Portugal, mas também – e principalmente – influenciar os atuais e futuros líderes no sentido de incluírem fatores de impacto social nos seus processos de decisão”, disse Isabel Mota, presidente da Fundação Calouste Gulbenkian, citada em comunicado.

Para os estudantes que vão frequentar estes programas, a Gulbenkian vai atribuir bolsas de mérito aos participantes do novo mestrado e duas bolsas anuais no programa de executivos.

Daniel Traça, diretor da Nova SBE, sublinha que este programa é destinado “às novas gerações que procuram uma educação mais prática e focada no seu potencial impacto, num ambiente único de startups” que existe em Portugal.