Apps

MyTaxi. App para chamar táxis vai entrar no mercado das trotinetes partilhadas

A app para chamar táxis vai lançar na Europa um projeto de partilha de trotinetes elétricas. "São, muitas vezes, tão ou mais rápidas do que os carros em curtas distâncias", diz o presidente executivo.

As trotinetes elétricas partilhadas são cada vez mais comuns em grandes cidades como São Francisco ou Lisboa

MyTaxi

As empresas que gerem plataformas eletrónicas de mobilidade já não estão a apostar apenas em carros. A Lime pode ter sido a primeira a disponibilizar em Portugal, a partir de Lisboa, trotinetes elétricas partilhadas, mas outras apps que permitem chamar — tradicionalmente — carros, também estão a apostar nesta forma de mobilidade, como a Lift, a Uber (com a Jump) e a Taxify (com a Bolt). Agora, a MyTaxi, a app que tem ajudado a modernizar o sector dos táxis, vai lançar na Europa um projeto piloto de trotinetes elétricas “ainda este ano”.

As E-scooters [trotinetes elétricas] são, muitas vezes, tão ou mais rápidas do que os carros em viagens de curta distância – além de que são simplesmente incríveis de utilizar, o que faz com que sejam uma opção muito interessante para os consumidores que procuram veículos para passeios curtos”, afirma Eckart Diepenhorst, presidente executivo da MyTaxi.

O objetivo desta aposta da MyTaxi vai ser também conjugar o serviço de táxis com o serviço de trotinetes elétricas, explica a empresa em comunicado enviado às redações: “Estamos já a pensar em potenciais combinações entre
ambos os serviços [táxi e trotinete]”. Se no primeiro país europeu, que a empresa não revelou, a aposta for bem sucedida, em 2019 vai expandir esta opção para outros mercados. O objetivo é “chegar a um novo público”, revela Diepenhorst.

À semelhança do serviço disponibilizado por outras empresas que gerem apps de mobilidade, a MyTaxi vai investir nas próprias trotinetes, neste caso a Segway ES4 Sharing Scooter, já utilizada por outras aplicações. Este veículo para “uma mobilidade urbana moderna” vai ser redesenhado para ser utilizado pela MyTaxi.

A MyTaxi foi criada em 2009 e foi a primeira app a criar uma ligação entre táxis e passageiros. Ao contrário de empresas como a Chaffeur Privé, a Taxify, a Uber ou a Cabify, funciona apenas com táxis, em vez de motoristas de táxi. Já está disponível em mais de 150 cidades europeias, tendo já mais de 100 mil motoristas e 10 milhões de passageiros a utilizar a aplicação.

O serviço de trotinetes elétricas partilhadas, as “eScooters”, começaram por aparecer em São Francisco, nos Estados Unidos da América. Desde 2017 que este mercado de mobilidade tem tido um crescimento exponencial, com empresas como a Lime ou a Bird a serem pioneiras na disponibilização destas trotinetes nas principais cidades por todo o mundo.

Por serem um modo de transporte que se começa a utilizar num ponto da cidade e pode ser deixado em qualquer lugar, tem criado algumas polémicas nas cidades onde estão presentes por falta de civismo e legislação para este meio de transporte. As queixas de trotinetes largadas no meio de passeios e condutores que as utilizam sem muito cuidado têm sido norma.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mmachado@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)