Brexit

Espanha não assina acordo do Brexit sem garantias que Gibraltar fica de fora

113

O chefe da diplomacia espanhola garante que Espanha não assinará acordo do Brexit se Gibraltar não for excluído da declaração sobre a relação futura entre o Reino Unido e a União Europeia.

Josep Borrell, ministro dos Negócios Estrangeiros de Espanha, com Santos Silva, o MNE português, em Bruxelas.

AFP/Getty Images

Autor
  • Nuno André Martins

Espanha não vai assinar o acordo final do Brexit se este não estipular claramente que a questão de Gibraltar não faz parte das negociações entre o Reino Unido e a União Europeia, mas fará parte sim de uma questão bilateral a ser negociada entre os dois países, disse esta segunda-feira o ministro dos Negócios Estrangeiros espanhol, Josep Borrell.

Theresa May conseguiu chegar a um acordo de princípio com a União Europeia sobre o ‘divórcio’ do Reino Unido da União Europeia, mas o acordo está a ser contestado dentro e fora de portas e ainda há várias questões para desbloquear para que este seja aprovado.

O governo espanhol lançou esta segunda-feira mais dúvidas sobre a aprovação desse acordo devido a questão de Gibraltar, um território disputado entre o Reino Unido e Espanha, numa altura em que o governo espanhol está a ser alvo de contestação interna por estar a ser demasiado brando nesta questão.

Segundo ministro dos Negócios Estrangeiros espanhol, sem garantir claramente que Gibraltar não fará parte do acordo do Brexit, os espanhóis não assim o acordo.

“As negociações entre o Reino Unido e a União Europeia não se estendem a Gibraltar. As futuras negociações relativas a Gibraltar são negociações separadas”, disse o responsável. “É isto que tem de ser tornado claro. Até termos a futura declaração e sabermos o que ela diz, e se concordamos ou não, não vamos aprovar o acordo de saída” do Reino Unido, garantiu.

O Reino Unido e a União Europeia chegaram a um acordo de princípio para este ‘divórcio’, mas o governo espanhol quer que a declaração que irá acompanhar o acordo inclua um veto à inclusão de Gibraltar.

De Gibraltar, a reação à posição espanhola espelha o desconforto dos seus responsáveis. Fabian Picardo, o líder da região, eleito pelo Parlamento de Gibraltar, mas que responde à coroa britânica, disse eu recebeu garantias do governo britânico de que Gibraltar fará parte do acordo e diz que “não é surpresa nenhuma ver o governo espanhol a levantar questões no último minuto”.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Brexit

Londres depressa /premium

Maria João Avillez

Como se chegou ao encalhe da Grã-Bretanha nela própria? O ar esta carregado de palavras que vão e voltam sem sair do mesmo sítio, o país não parece “desatável” da União Europeia.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)