O condutor que invadiu uma das pistas do Aeroporto de Hannover, na Alemanha, durante a tarde deste sábado, estava sobre o efeito de drogas, revelaram as análises feitas depois da sua detenção. De acordo com a Deutsche Welle, o homem terá tomado cocaína e anfetaminas.

O incidente aconteceu pelas 15h30 (14h30 em Lisboa). A viatura, um BMW com matrícula polaca, atravessou um portão que se encontrava fechado e chegou à zona do avental. As autoridades conseguiram parar o carro, e o homem foi imediatamente detido pela polícia federal, que se tinha lançado em perseguição do BMW assim que este entrou no aeroporto. O veículo parou junto a um Airbus de uma companhia aérea grega, onde seguiam 172 passageiros, referiu a polícia de Hannover em comunicado.

Segundo o jornal Hannoversche Allgemein, o avião pertenciam à Aegean Airlines, e inicialmente pensou-se que o homem estaria a seguir a aeronave.

Por razões de segurança, os voos foram imediatamente interrompidos e as zonas de segurança evacuadas, explicou a polícia no mesmo comunicado. Depois de o BMW ter sido examinado e as autoridades não terem descoberto nenhum objeto suspeito, as operações foram retomadas por volta das 20h (19h em Lisboa). Durante esse período, os dois terminais continuar a funcionar com normalidade.

O condutor, um homem de 21 anos de nacionalidade polaca sem morada de residência na Alemanha, foi interrogado durante a tarde pelas autoridades. Não existem indícios de qualquer ligação terrorista, garantiu a polícia, adiantando que ainda não está decidido se o homem será presente a Tribunal no domingo. A investigação continua em curso.