Animais

Bombeiros alemães resgatam ratazana com excesso de peso, presa numa tampa de esgoto

126

O corpo de bombeiros de Bensheim foi chamado para uma operação de resgate insólita, depois de uma ratazana com excesso de peso ficar preso numa tampa de esgoto. O alerta foi dado por duas crianças.

A ratazana resgatada pelas autoridades alemãs na passada terça-feira

Facebook: Berufstierrettung Rhein Neckar

O corpo de bombeiros de Bensheim, na Alemanha, teve um dia, no mínimo, invulgar na passada terça-feira. Os voluntários foram chamados para uma operação de resgate insólita, depois de uma ratazana com excesso ter ficado presa numa tampa de esgoto.

O animal foi visto pela primeira vez naquela situação por duas meninas que, prontamente, decidiram ligar para as autoridades. Michael Sehr, especialista em salvamentos de animais, foi o primeiro a chegar ao local para salvar a ratazana em apuros, mas sem sucesso. Foi preciso chamar os bombeiros, que puseram em marcha uma operação que durou cerca de 25 minutos.

A ratazana acumulou gordura no inverno e ficou preso pelo quadril”, contou Michael Sehr ao The Guardian, citado pelo El Español.

O processo de resgate envolveu oito bombeiros, que, após levantarem a tampa de esgoto, conseguiram soltar o animal. O momento foi filmado e fotografado pelos voluntários e publicado na página de Facebook dos bombeiros.

A equipa de resgate responsável pelo resgate da ratazana (Fonte: Facebook Berufstierrettung Rhein Neckar)

Houve quem criticasse os bombeiros, por terem investido tanto tempo no resgate deste animal, mas também houve quem aplaudisse a ação. “Mesmo os animais mais odiados merecem respeito”, disse um dos responsáveis pelo resgate, citado pelo jornal El Español 

Como forma de agradecimento, as duas meninas entregaram um desenho aos bombeiros, onde se podia ver uma ratazana com vários corações desenhados.

Um dos responsáveis pelo resgate da ratazana, acompanhado pelas duas meninas que contactaram as autoridades (Fonte: Facebook de Berufstierrettung Rhein Neckar)

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Animais

Sinais dos tempos

Miguel Alvim

A protecção da totalidade da realidade natural e nela da pessoa, de todas as pessoas sem excepção, é a obrigação mais solene, mais grave e mais urgente do sistema político-partidário português.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)