A Homing, uma empresa portuguesa especializada na gestão de alojamento local, anunciou que vai abrir duas novas lojas no Porto e no Algarve, estendendo, assim, a sua operação a mais partes do país, que até agora apenas contava com Lisboa. O objetivo desta expansão, refere a empresa em comunicado, passa por “reforçar o crescimento da marca e assumir-se como uma referência nacional”.

O alargamento desta operação, acrescenta a empresa, destina-se aos proprietários e investidores estrangeiros que tenham imóveis ou segunda habitação no Porto ou no Algarve e que pretendam estabelecer parcerias e rentabilizar os seus negócios. O serviço oferecido pela Homing consiste em gerir as reservas dos imóveis, tratar das questões legais, acertar o preço de arrendamento e assegurar serviços como a própria manutenção do imóvel, o check-in check-out dos hóspedes e a resolução de todas as questões burocráticas.

O alargamento da operação deve-se à estratégia definida para aumentar e diversificar a nossa oferta e explorar novos mercados e diferentes opções de turismo. Com a marca consolidada pretendemos reforçar o crescimento de forma sustentável e chegar este ano às 400 unidades em Portugal”, referiu Tomás Azeredo Perdigão, diretor de marketing da Homing, citado em comunicado.

Tanto no Porto como no Algarve, os tipos de serviço de alojamento local que são mais procurados passam pelas moradias e apartamentos, “tendo por base o mesmo modelo de gestão variável (desde 20% do valor da reserva) ou fixo (rendimento garantido)”, acrescenta a Homing.

Presente em Lisboa, Paris, Barcelona e Londres, a Homing conta atualmente com cerca de 370 propriedades na sua rede de alojamento local. Na capital portuguesa, a empresa gere mais de 150 unidades avaliadas em cerca de 200 milhões de euros.