Ferro Rodrigues

Ferro Rodrigues não intervém para já no caso Berardo

730

Ferro Rodrigues diz que só intervém na decisão de tirar comenda a Berardo se o presidente da comissão de inquérito à CGD se pronunciar antes. Condecorações de Berardo são discutidas esta sexta-feira.

O presidente da Assembleia da República diz que não ouviu nem viu a intervenção de Joe Berardo no parlamento

FERNANDO VELUDO/LUSA

O presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, defende que não lhe cabe escrever à chanceler das Ordens Nacionais, Manuela Ferreira Leite, no sentido de ser retirado ao empresário Joe Berardo as comendas e títulos atribuídos por antigos Presidentes da República. Ferro afirma que só poderá intervir se o presidente da comissão de inquérito à Caixa Geral de Depósitos tomar uma posição. Sobre a audição a Berardo no Parlamento, Ferro disse ao Expresso: “Não vi mas não gostei”.

O CDS quer garantir a retirada das condecorações atribuídas a Joe Berardo. Uma carta do partido pede ao presidente da Assembleia que informe a chanceler das Ordens Nacionais sobre as “declarações e a atuação do senhor José Manuel Rodrigues Berardo”. Ferro Rodrigues reforça que não ouviu nem viu a intervenção de Joe Berardo e que não faz parte da comissão de inquérito. Ferro Rodrigues diz que só Luís Leite Ramos, presidente da comissão de inquérito, lhe pode pedir para contactar as Ordens Nacionais — o que não aconteceu.

O Expresso diz que Ferro Rodrigues vai esperar por eventuais desenvolvimentos para então fazer chegar a Manuela Ferreira Leite a carta do CDS e a eventual posição de Leite Ramos.

O Conselho das Ordens Nacionais decide se retira ou não os títulos a Berardo esta sexta-feira, numa reunião extraordinária. Marcelo Rebelo de Sousa considera positiva a discussão sobre o tema e a realização da reunião.

A audição no parlamento aconteceu na passada sexta-feira. Desde então, e devido às polémicas declarações de Berardo, Nuno Melo, do CDS, e a eurodeputada socialista Ana Gomes sugeriram a retirada das condecorações ao madeirense. Já José Miguel Júdice desafiou Marcelo a intervir no caso.

José Miguel Júdice foi distinguido em 2005 como Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique pelo Presidente da República Jorge Sampaio. Berardo recebeu o grau de Comendador da Ordem do Infante D. Henrique a 13 de Março de 1985 pelo Presidente da República Ramalho Eanes. A 4 de Outubro de 2004, recebeu de Jorge Sampaio a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)