Rádio Observador

GNR

Trofa e Santo Tirso tiveram operações stop semelhantes à de Valongo

420

A primeira das ações ocorreu a 14 de maio, na Trofa. Em Santo Tirso terão sido "inspecionados cerca de três mil carros" — o que "causou um enorme alvoroço", denunciou o antigo autarca.

O controlo dos devedores é feito através de um sistema informático que se encontra montado em mesas em tendas montadas no local

NUNO VEIGA/LUSA

A Autoridade Tributária (AT) fez fiscalizações idênticas à ocorrida hoje em Valongo pelo menos na Trofa, a 14 de maio, e em Santo Tirso, uma semana depois, confirmaram à Lusa fontes das duas câmaras municipais.

No âmbito de uma ação que visa a cobrança de dívidas às Finanças, explicou à Lusa fonte da AT, as iniciativas, no âmbito da operação denominada “Ação sobre Rodas”, passam por “intercetar condutores com dívidas às Finanças, convidá-los a pagar e dar-lhes essa oportunidade de pagarem”. “Se não tiverem condições de pagar no momento, estamos em condições de penhorar as viaturas”, disse.

A primeira das ações ocorreu a 14 de maio, na Trofa, tendo fonte daquela autarquia informado a Lusa que, “uma vez alertada para a inspeção procurou saber o que se passava junto das autoridades policiais que estavam a colaborar” com a operação stop, ficando-se por aí.

Em Santo Tirso, no dia 21, as brigadas da AT posicionaram-se “junto à Praça Camilo Castelo Branco” e também “perto do Pavilhão Municipal de Santo Tirso”, disse fonte da Lusa, completando a denuncia feita à Lusa pelo antigo autarca tirsense Castro Fernandes.

Segundo o antigo político, terão sido “inspecionados cerca de três mil carros”, facto que, denunciou, “causou um enorme alvoroço na cidade, e que “repetiu o que havia sucedido uma semana antes na Trofa”, revelando ter sido alertado para a operação através da “indignação das pessoas partilhada nas redes sociais”.

O controlo dos devedores é feito através de um sistema informático que se encontra montado em mesas em tendas montadas no local. O sistema informático cruza dados através das matrículas das viaturas e compara-os com a existência de dívidas ao fisco, explicou.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)