Destroços de uma ponte de 23 metros e 56 toneladas, instalada no rio Umba, na região ártica da Rússia, que faz fronteira com a Finlândia, desapareceram e as autoridades acreditam que foram roubados durante o mês de maio.

Segundo imagens disponíveis na rede social russa russa VKontakte (VK), desde dia 16 de maio que a ponte se encontrava caída no rio. Os moradores negaram a possibilidade de a queda ter acontecido devido a “fenómenos naturais”, alegando que se assim fosse o mesmo teria acontecido a uma ponte mais baixa localizada nas proximidades, o que não se verificou.

Os mesmos relataram então um caso de roubo às autoridades de Kirovsk, uma cidade vizinha. A polícia começou por considerar que teriam sido os proprietários do terreno onde se situa a ponte os responsáveis pelo seu desmantelamento mas, mais tarde, abriram uma investigação que prossegue até ao momento.

A suspeita é fundamentada em vários episódios de roubo de infraestruturas de metal que têm sido registados na região. No ano passado, foi relatado um caso de tentativa de roubo de várias torres de transmissão na cidade de Apatity. Já em 2008, as autoridades foram alertadas para um caso de roubo de uma ponte metálica com 200 toneladas.

A ponte, que era propriedade de uma empresa local, era usada pela rede ferroviária, mas estava já inutilizada. Estima-se uma perda de 600 mil rublos russos, mais de 8.100 euros.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR