O professor da Universidade de Coimbra Carlos Reis, de 69 anos, é o vencedor da 15.ª edição do prémio Eduardo Lourenço, no valor de 7.500 euros, foi anunciado esta sexta-feira na Guarda.

O anúncio foi feito no final da reunião do júri que esta sexta-feira esteve reunido na sede do Centro de Estudos Ibéricos (CEI), naquela cidade.

Segundo o vereador com o pelouro da cultura na Câmara Municipal da Guarda, Victor Amaral, o júri, na análise que fez das 13 candidaturas, decidiu por consenso atribuir o galardão a Carlos Reis, considerado um “reputadíssimo professor da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra” e um “notabilíssimo especialista em Literatura Portuguesa”.

Instituído em 2004 pelo CEI, com sede na Guarda, o prémio destina-se a galardoar personalidades ou instituições com “intervenção relevante no âmbito da cultura, cidadania e cooperação ibéricas”.