Três homens foram detido na quinta-feira no Vietname depois de terem sido encontrados sete tigres bebés congelados na mala de um carro que se encontrava num parque de estacionamento na capital, Hanoi.

De acordo com a France-Press, que cita os media locais, as autoridades suspeitam que um deles, Nguyen Hum Hue, geria, há já vários anos, uma rede de tráfico de de animais selvagens provenientes vizinho Laos. Esta estaria camuflada sob um negócio de materiais de construção, que Hue terá criado para o efeito.

A origem dos tigres não é clara. Não se sabe se viviam na natureza ou em cativeiro, numa das muitas quintas de criação que existe no Laos. Segundo vários grupos ambientalistas, o país fornece a maioria da carne de tigre e de outras espécies em vias de extinção que é consumida na Ásia, nomeadamente na China, onde existe a crença que certas partes destes animais são afrodisíacas ou têm algum tipo de qualidade medicinal.

Apesar de o Vietname ser, sobretudo, um ponto de passagem deste tipo de tráfico, também existe alguma procura deste tipo de produtos no país. No que diz respeito aos tigres, acredita-se que os seus ossos têm o poder de curar as artroses e fortalecer os ossos. São geralmente cozidos e misturados com arroz, de modo a produzir um elixir.

A detenção de Nguyen Hum Hue levou à identificação de outros dois suspeitos, que também se encontram sob custódia policial.