Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Adrián a ocupar a baliza em vez do lesionado Alisson. Oxlade-Chamberlain titular no meio-campo ganhando essa corrida a Fabinho e Milner, as outras opções possíveis ao lado (ou por perto) de Henderson e Wijnaldum no apoio ao trio Sané-Salah-Firmino. Diego Costa de início ao lado de João Félix na frente com Morata no banco. De forma resumida, era sobre estes temas que se devia falar na antecâmara do arranque do Liverpool-Atl. Madrid, um dos jogos mais aguardados da segunda mão dos oitavos da Champions e que tinha o atual campeão europeu em xeque depois da derrota. Ao invés, o enfoque recaiu na chegada dos adeptos espanhóis e numa reação de Klopp.

Como o nível 12 de Simeone apanhou de surpresa o nível 4 de Klopp (a crónica do Atl. Madrid-Liverpool)

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.