Com o objetivo de responder a dúvidas e aliviar a linha de atendimento do SNS24 — mas sem a substituir — a Escola de Medicina da Universidade do Minho, a Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, a Automaise e a HLTSYS juntaram-se para criar uma tecnologia que permite esclarecer dúvidas sobre a Covid-19 no Facebook e em chats na web.

O “Assistente Digital Covid-19” baseia-se num sistema de inteligência artificial e permite que, através do Messenger, na página do Facebook e de diversas páginas online, seja possível colocar dúvidas e fazer uma primeira triagem da população ao novo coronavírus. Neste chat, o utilizador pode explicar sintomas, ver perguntas frequentes e as recomendações que são dadas pela Direção-Geral de Saúde e pela Organização Mundial de Saúde. A solução foi lançada nesta quinta-feira.

Ao aceder, por exemplo, à página do Facebook do Centro de Medicina Digital P5 e ligar o chat o utilizador recebe uma mensagem automática com o seguinte conteúdo:

Com o apoio deste chat, vamos ajudar a avaliar os seus sintomas e o risco de contágio do novo Coronavírus, Covid-19. Antes de começar a avaliar os seus sintomas, precisa saber que este chat não substitui a opinião de um médico. Em caso de dúvida, consulte o seu médico de família ou o médico que o acompanha regularmente. Esta ferramenta baseia-se nos algoritmos disponibilizados pela Direção-Geral da Saúde e tem como objetivo ajudar os cidadãos a perceber qual é a atitude a adotar. Não é uma solução oficial das autoridades de saúde portuguesas, e não substitui a resposta autorizada da linha SNS24 – 808 24 24 24.

De seguida, este assistente digital dá a opção de fazer a triagem dos sintomas apresentados (para depois recomendar qual o próximo passo), de responder a perguntas frequentes que são colocadas pelos utentes e dar recomendações sobre como evitar o contágio e manter-se saudável. Este serviço permite ainda colocar perguntas de forma direta. Se o utilizador perguntar, por exemplo, “Como se transmite?”, o assistente vai indicar as formas de transmissão e recomendações básicas sobre como evitar o contágio.

Exemplo de como funciona o Assistente Digital Covid-19 numa primeira fase

Em comunicado, o consórcio responsável pelo projeto indica que a criação deste modelo de inteligência artificial “permite melhorar a resposta a dúvidas frequentes e orientar as pessoas para informação cientificamente validada – bem como aliviar as linhas de atendimento do SNS24, ao permitir uma indicação rápida aos utentes mediante os seus sintomas”. O serviço, no entanto, não substitui o recurso à linha SNS24, consistindo numa forma de fazer uma primeira triagem sem sobrecarregar os serviços telefónicos.

Esta ferramenta pode ser integrada em qualquer página web, tendo de contactar os responsáveis através do email info@automaise.com.