A aplicação de mensagens instantâneas Messenger, o serviço de chat da rede social Facebook, chegou oficialmente aos computadores, sejam de secretária ou portáteis. À semelhança do que já era possível nos smartphones, os utilizadores vão poder instalar a app no sistema operativo e utilizá-la sem terem de abrir o navegador de internet.

Este novo serviço da empresa fundada e gerida por Mark Zuckeberg está disponível oficialmente desde esta quinta-feira. De acordo com o anúncio do Facebook, que também detém as plataformas sociais Instagram e WhatsApp, o “Messenger chega ao grande ecrã para fazer melhores videochamadas”.

Ao contrário da aplicação do WhatsApp para computador, esta nova versão do Messenger quer concorrer diretamente com o Zoom e com o Skype.

Agora, mais do que nunca, as pessoas estão a esta tecnologia para manter o contacto com as pessoas com quem se preocupam, mesmo quando estão fisicamente separadas. No mês passado, vimos um aumento de mais de 100% nas pessoas que usam o navegador da área de trabalho para fazer chamadas de áudio e vídeo no Messenger. Agora, com aplicativos para MacOS e Windows, o melhor do Messenger está a chegar ao desktop, incluindo chamadas de vídeo em grupo [até oito pessoas em simultâneo] ilimitadas e gratuitas”, diz o Facebook.

A app do Messenger foi lançada em agosto de 2011 para dispostivos móveis. Em 2012, o Facebook lançou uma versão para computadores com sistema operativos Windows mas, em 2014, encerrou este serviço. Desde aí, em PC’s e Mac’s, só era possível utilizar o chat através da página da rede social nos navegadores de internet como o Firefox ou o Google Chrome. O download da app pode ser feito a partir da Microsoft Store (Windows) ou Mac App Store (Mac).

*Artigo atualizado às 17h09 com informação do número máximo de participantes para videochamadas em grupo.