A Fundação Luso, ligada à Sociedade da Água de Luso (SAL), anunciou esta quinta-feira que está a doar um milhão de garrafas a “instituições e organizações” na primeira linha do combate à pandemia da Covid-19, sobretudo hospitais.

As garrafas de 0,33L estão a ser entregues ainda a quem presta assistência a grupos de risco mais expostos à pandemia, garantindo o consumo individual num formato adequado para reduzir o risco de contágio.

“A Fundação Luso pretende aliviar as necessidades das pessoas nos grupos de risco do Covid-19 e das que estão na linha da frente no combate à pandemia. O apoio e o desenvolvimento comunitário são um dos focos da nossa instituição e, nesta crise sem precedentes, não podíamos ficar indiferentes às necessidades não apenas na nossa comunidade de origem, o concelho da Mealhada, mas também do país”, refere Nuno Pinto de Magalhães, presidente da Fundação Luso.

Oitocentas mil garrafas de água de Luso estão a ser doadas diretamente “a centenas de instituições que impactam dezenas de milhares de pessoas por todo o país“, nomeadamente hospitais de referência de Covid-19, unidades geridas pela União das Misericórdias Portuguesas, a rede Cáritas.

Muitas famílias carenciadas irão também receber este donativo através dos serviços sociais de algumas autarquias de todo o país, garante a Fundação.

Duzentas mil garrafas de água de Luso serão encaminhadas para instituições identificadas pelos consumidores através das redes sociais, nas páginas de Facebook e Instagram da Água de Luso e que não estejam já abrangidas pela iniciativa.

Criada pela Sociedade das Águas de Luso em parceria com várias entidades, a Fundação Luso tem por objetivo a preservação do património hídrico e natural da vila do Luso, concelho da Mealhada, e o desenvolvimento sustentável da região bairradina.