Cerca de 2,1 milhões de pessoas pediram subsídio de desemprego nos Estados Unidos na semana passada, elevando para 41 milhões os pedidos em dois meses, devido à pandemia de Covid-19, informou esta quinta-feira o Departamento do Trabalho.

Na semana anterior as pessoas que se inscreveram para os subsídios foram mais de 2,4 milhões, com o número a recuar à medida que os vários estados vão retomando a atividade.

A média de pedidos em quatro semanas baixou para 2,6 milhões, em comparação com a média de 3 milhões registada na semana anterior.

Na última semana de março foi registado um recorde de pedidos de subsídios, mais de 6,8 milhões, tendo os números descido gradualmente desde então, embora continuem a refletir o impacto da pandemia no mercado laboral norte-americano.

PIB dos EUA recua 5% no primeiro trimestre

O Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos caiu 5% no primeiro trimestre de 2020, sob efeito da pandemia de Covid-19, de acordo com uma segunda estimativa divulgada esta quinta-feira pelo Departamento do Comércio.

A queda do PIB foi maior do que o referido inicialmente, uma vez que a primeira estimativa indicava uma contração a um ritmo anual de 4,8%.

Apesar de o primeiro trimestre refletir já parte do impacto da crise causada pela pandemia, os analistas antecipam que o recuo da economia será maior no segundo trimestre.

O Departamento do Comércio anunciou também que as encomendas de bens duradouros caíram 17,2%, em abril, a segunda redução mensal consecutiva, devido à paragem da atividade associada às medidas de confinamento para conter a pandemia de Covid-19.