As câmaras de comércio Hispano-Portuguesa, em Madrid, e Luso-Espanhola, em Lisboa, pedem aos Governos dos dois países, reunidos no sábado na Guarda, para ajudarem a “televisão portuguesa” a entrar nos pacotes televisivos em Espanha.

Numa carta a que a agência Lusa teve acesso, os presidentes das duas câmaras de comércio “manifestam o interesse” em que na 31.ª Cimeira Luso-Espanhola seja criado um grupo de trabalho para “que seja possível que em Espanha se possa transmitir a televisão portuguesa”.

A missiva acrescenta que se pretende “fortalecer o conhecimento e a abordagem da língua portuguesa” aos cidadãos espanhóis e “potenciar o desaparecimento das barreiras de comunicação”, possibilitando “a existência de um mercado ibérico mais coeso com maior intercâmbio cultural e económico”.

Os pacotes televisivos propostos ao consumidor português incluem vários canais espanhóis de televisão, mas o mesmo não acontece em Espanha. Segundo os operadores de pacotes televisivos em Espanha, não há um número suficiente de interessados em ver canais portugueses.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Assim como em Portugal se pode desfrutar da transmissão da televisão espanhola”, gostaríamos de poder também de “desfrutar da televisão portuguesa em Espanha.

A 31.ª Cimeira Luso-Espanhola realiza-se no próximo sábado, 10 de outubro, na Guarda com os dois chefes de Governo, António Costa e Pedro Sánchez, tendo como temas principais a cooperação transfronteiriça e a articulação de uma estratégia conjunta para a recuperação económica. A reunião entre os dois países ibéricos estava prevista inicialmente para o dia 02 de outubro, mas uma semana antes foi adiada devido a um Conselho Europeu convocado de forma extraordinária para a mesma data. A cimeira ibérica anterior realizou-se em 21 de novembro de 2018 em Valladolid (Espanha).