O Governo antecipou para esta quarta-feira o Conselho de Ministros — já que o primeiro-ministro na quinta-feira estará em Bruxelas — onde vai fazer a revisão quinzenal das medidas de contenção relativas à pandemia. Segundo apurou o Observador esta tarde, junto do Executivo, “não haverá alterações significativas às regras que temos em vigor”.

O Público avançou na noite de terça-feira que o Governo deve manter o estado de contingência. Esta decisão não foi antecedida de qualquer reunião formal com especialistas (como já aconteceu noutras alturas ou quando existiam as reuniões do Infarmed), mas o Observador sabe que as decisões que serão anunciadas esta quarta-feira foram tomadas com base em contactos com os especialistas e na informação que o Ministério da Saúde tem recolhido junto do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge e de quem está no terreno sobre a evolução da situação epidemiológica.

O Observador questionou o Governo sobre a possibilidade de vir a ser decidida a obrigatoriedade de isso de máscaras ao ar livre, mas na resposta apenas foi recordado o que está em vigor atualmente: são obrigatórias em alguns espaços fechados e recomendadas em espaços ao ar livre em que não seja possível garantir o distanciamento físico. Não é expectável que esta regra venha a ser alterada.