Angola registou este sábado 50 novos casos, três óbitos e 55 recuperados, totalizando 17.149 infeções, 399 mortes e 9.976 recuperações, de acordo com as autoridades sanitárias do país.

Segundo o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, os casos são referentes às províncias de Luanda (26), Zaire (14), Malanje (6), Bié (2), Cuanza Norte, Uíje (1, cada uma), sendo 34 do sexo masculino e 16 do sexo feminino, com idades entre os seis meses e 55 anos.

No que se refere às mortes, de acordo com os dados, uma foi registada em Luanda e as restantes no Zaire. As vítimas são todas angolanas, enquanto as recuperações foram notificadas em Luanda (37), Lunda Sul (14) e Uíje (4), cujas idades variam de 17 a 55 anos.

O país contabiliza até à data 6.774 casos ativos, dos quais três em estado crítico, cinco em estado grave, 78 moderados, 107 leves e 6.581 assintomáticos, estando em acompanhamento nos centros de tratamento 193 doentes.

Do trabalho dos laboratórios, foram processadas 940 amostras, das quais 50 foram confirmadas, dando uma taxa diária de positividade de 5.3%, enquanto o cumulativo aponta para 302.787 amostras processadas até à data e deste número 17.149 foram positivas, o que remete para uma taxa cumulativa de positividade de 5.7%.

Nas últimas 24 horas, foram testadas 430 pessoas, sendo 375 homens e 55 mulheres, dos quais 21 foram reativos, contudo, os testes de confirmação não registaram nenhum caso positivo.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.750.780 mortos resultado de mais de 79,7 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.