É uma das avenidas mais icónicas do mundo e agora vai ganhar cara nova, porque a imagem estava, para os franceses muito desgastada. E para isso nada melhor do que dar-lhe “um jardim extraordinário”, nas palavras  da presidente da Câmara de Paris que a anunciou orçamento de 250 milhões de euros para renovar a zona do Arco do Triunfo e Champs-Élysées

Porém Anne Hidalgo disse que o projeto, revelado em 2019 por líderes comunitários e empresas locais que vai tornar a famosa avenida de 1,9 km do centro de Paris numa zona verde, não vai avançar antes de a capital francesa receber os Jogos Olímpicos de 2024.

Segundo o The Guardian, o Comité dos Champs-Élysées quer reformular a avenida e os seus arredores de modo a reduzir o tráfego automóvel e aumentar os espaços verdes num projeto que começou a ser planeado em 2018.

A lendária avenida perdeu seu esplendor nos últimos 30 anos. Foi progressivamente abandonada pelos parisienses e atingida por várias crises”, afirmou o Comité.

O presidente do Comité, Jean-Noël Reinhardt, revelou que pode ser considerada uma das “avenidas mais bonitas do mundo”, mas quem lá trabalha “tem uma opinião contrária”.

Jean-Noël Reinhardt considerou que apesar do crescente número de turistas nos Champs-Élysées e Arco do Triunfo, os franceses consideram uma avenida “desgastada”. Num inquérito público sobre quais as mudanças preferenciais, os parisienses referiram a redução de carros e poluição ambiental e mais espaços verdes.