Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

É a segunda aplicação mais popular nos iPhone e, na segunda-feira, chegou mesmo a ser a primeira. Chama-se Avatarify e está no top das apps mais descarregadas para os smartphones da Apple em Portugal, estando mesmo em concorrência com o Clubhouse, a última aplicação da moda. A app de deepfakes — recurso a inteligência artificial para criação de vídeos, faixas de som ou imagens nas quais caras, vozes e corpos são manipulados — permite ao utilizador ser (ou parecer) quem quiser. Porque não Elon Musk?

À semelhança do Clubhouse, esta app está só disponível para o sistema iOS, da Apple. Ou seja, se tiver apenas um smartphone com sistema operativo Android, não precisa de se preocupar sobre se deve ou não instalar esta aplicação. A resposta é que não o pode fazer, pelo menos para já. Até porque, como qualquer novo fenómeno de apps, pode haver riscos. Porém, antes dos cuidados que deve ter com este tipo de aplicação, explicamos o que é e para que serve esta app.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.