As imagens são deste sábado, 27 de fevereiro, e mostram centenas de parisienses nas margens do rio Sena a aproveitar um dia de sol antes do recolher obrigatório, marcado para as seis da tarde.

Dois dias antes, a Câmara Municipal de Paris sugeria um confinamento de três semanas para combater o coronavírus e tentar restabelecer a normalidade na capital francesa, na tentativa de, no final, reabrir teatros, cinemas e restaurantes. Gabriel Attal, porta-voz do governo, afirmou na sexta-feira que a proposta apresentada pela autarquia vai ser estudada pelo executivo, apesar de manifestar dúvidas sobre um período de confinamento tão curto.

França pode confinar novamente para evitar nova vaga com variante mais transmissível

Até agora, França tem sido bem sucedida ao evitar um terceiro confinamento, mas, à medida que os números começam a aumentar, o executivo de Emmanuel Macron começa a impor restrições de âmbito local.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Nas últimas 24 horas, França registou 23.996 novos casos de infeção, assinalando uma ligeira diminuição face ao dia anterior (25.2097), no entanto, o país continua acima dos 20 mil casos.

Há uma semana, os novos casos eram 22.371 e na quarta-feira registou-se um pico de 31.519 novas infeções, o maior desde novembro. Os números avançados este sábado pelo ministério da saúde mostram ainda que morreram mais 186 pessoas (na sexta-feira foram registadas 286 mortes).