Além de séries e filmes, a Netflix vai disponibilizar videojogos na sua plataforma sem qualquer custo extra. A notícia, que já tinha sido avançada na semana passada pela Bloomberg, foi confirmada pela empresa na terça-feira, como conta a Associated Press (AP). Porém, não espere jogar os jogos de última geração através da Netflix: inicialmente, os título disponibilizados serão “mobile” (jogos disponíveis para sistemas operativos móveis, como o dos smartphones).

A empresa não revelou ainda nenhum título específico que irá disponibilizar. Sem avançar datas de lançamento para esta nova oferta, a Netflix adianta que, a longo prazo, poderá disponibilizar videojogos como aqueles que podem ser jogados nas consolas e computadores mais recentes. De acordo com Reed Hastings, copresidente executivo da empresa, “a razão” deste investimento passa pelo facto de a plataforma querer ganhar mais subscritores.

O anúncio foi feito pela Netflix durante a divulgação do último relatório de contas. Neste, a empresa assume que continua a ganhar subscritores. No entanto, o crescimento desceu em relação aos últimos oito anos. A empresa ganhou cerca de 5,5 milhões de assinantes nos primeiros seis meses deste ano, o que representa o aumento mais baixo registado no primeiro semestre de um ano desde 2013, refere a AP.

Netflix estará a preparar-se para criar mais conteúdos “interativos”

Recentemente, a Netflix contratou Mike Verdu, um antigo executivo da Electronic Arts (EA Games), uma das maiores produtores de videojogos do mundo. Verdu foi contratado para liderar o departamento “Interativo” da Netflix. No sábado, o Business Insider levantou a hipótese de a empresa poder também estar a investir no formato de vídeos interativos e não só videojogos. Segundo uma vaga de emprego que a empresa está a publicitar para o novo departamento, o objetivo passará por “criar novos tipos de histórias e novas experiências de produtos que aumentem e aprofundem o envolvimento dos membros”.