Obrigado por ser nosso assinante. Beneficie de uma navegação sem publicidade intrusiva.

O Dacia Jogger vai ser revelado ao público no próximo Salão de Munique, que vai abrir as portas de 7 a 12 de Setembro, tendo sido concebido como uma carrinha ligeiramente mais alta e com guarda-lamas, embaladeiras e pára-choques protegidos por plásticos de cor negra para lhe conferir um aspecto mais aventureiro e reforçar a sensação de crossover. O maior trunfo, além do preço – que, não tendo ainda sido anunciado, deverá ser acessível, como em qualquer outro veículo da marca –, é a capacidade de alojar sete pessoas no seu habitáculo.

Com 4,547 m de comprimento e uma distância entre eixos de 2,897 m, o Jogger é uma evolução do Lodgy Stepway de 2015, uma vez que o novo modelo utiliza como base a mesma plataforma do Sandero Stepway, a CMF-B, mas ligeiramente alongada para reforçar o espaço interior. Sobre o tejadilho, o novo modelo pode aplicar até 80 kg de carga nas barras longitudinais.

A Dacia reclama para o Jogger a capacidade de acolher sete indivíduos no seu interior, oferecendo ainda 12,7 cm de espaço para as pernas na 3ª fila de assentos, o que a torna mais dirigida para crianças. O construtor anuncia também que, com as múltiplas regulações, podem ser encontradas até 60 possíveis configurações para os bancos. Lá atrás, a mala disponibiliza entre 708 e 842 litros, com apenas duas filas de bancos ocupadas, valor que sobe para 1819 litros caso se retire a 3ª fila e se dobrem as costas da 2ª fila. Com os bancos da 3ª fila prontos a ser utilizados, a bagageira fica reduzida para 160 a 213 litros, consoante a regulação dos assentos.

10 fotos

Como é normal nos veículos modernos, o modelo da Dacia recorre a um sistema de infoentretenimento que suporta ligação wireless ao Android Auto e ao Apple CarPlay. O Jogger inclui ainda sistemas de ajuda à condução como a travagem de emergência, assistência ao estacionamento e cruise control.

A nova carrinha/crossover não vai recorrer a motores diesel, concentrando-se em mecânicas a gasolina, como o 1.0 TCe de 110 cv. Em alternativa, a partir de 2023, os clientes podem optar pela mesma solução híbrida já instalada no Renault Captur, com o motor 1.6 a gasolina acoplado à inovadora caixa de velocidades que associa mudanças mecânicas com virtuais, moduladas por um motor eléctrico. Uma bateria com 1.2 kWh assegura que o veículo possa percorrer aproximadamente 5 km em modo eléctrico para, em ciclo urbano, dispensar o motor de combustão 80% do tempo, o que permite antecipar uma redução de 40% no consumo.

Como é habitual na Dacia, a mecânica bi-fuel está também presente, com o 1.0 TCe a ser capaz de queimar gasolina ou GPL, sem perder potência, que se mantém nos 100 cv. Transportando 40 litros de gasolina e 50 litros de GPL, o Jogger anuncia 999 km de autonomia.

O novo Dacia Jogger iniciará o período de entregas a clientes no primeiro trimestre de 2022.