Obrigado por ser nosso assinante. Beneficie de uma navegação sem publicidade intrusiva.

A Mesa da Assembleia Geral do Benfica, liderada por António Pires de Andrade, anunciou este sábado os poucos pontos que faltavam ainda conhecer em relação a toda a logística das eleições do próximo dia 9 de outubro, que tem para já apenas dois candidatos já conhecidos: Rui Costa e Francisco Benítez.

Champions garantida, mercado fechado, tempo para arrumar a casa: órgãos sociais do Benfica pedem demissão e clube vai para eleições

“Na sequência da Assembleia Geral Extraordinária realizada no dia 17 de setembro, a Mesa da Assembleia Geral aditará nos termos estatutários a convocatória divulgada hoje nos meios de comunicação social, para promover o ato eleitoral através de voto físico em urna em Portugal Continental”, tinha referido por a Mesa da Assembleia Geral comunicado durante a madrugada, no seguimento da reunião magna na Luz.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Além desse ponto mais relacionado às eleições, os sócios encarnados aprovaram ainda os pontos 2 e 3 que foram a sufrágio. Ou seja, haverá uma comissão independente de sócios e para organizar a realização de uma auditoria ao sistema de votação eletrónica utilizado nas últimas eleições e um esclarecimento de outros aspetos como o transporte das urnas com votos de 2020, “nomeadamente as relações com empresas envolvidas no processo, termos da sua contratação, local de destino e/ou depósito das urnas, integridade das mesmas e intangibilidade dos talões”. O ponto 3 dizia respeito à “discussão sobre o processo de contagem dos votos depositados nas urnas em 2020 e modo da sua divulgação aos sócios do Benfica”.

Uma intenção que está confirmada: Francisco Benítez vai concorrer contra Rui Costa nas eleições do Benfica (mas com condições)

Este sábado, na sequência do que foi aprovado na Assembleia Geral, o clube anunciou os 25 locais onde será possível votar (em todas as capitais de distrito), explicando também como os associados poderão exercer o seu direito de voto nas ilhas e confirmando o dia 29 de setembro como a data limite para a apresentação das listas aos órgãos sociais que serão sufragadas pelos sócios dez dias depois.

“Tomei a decisão de não me candidatar”, anuncia Noronha Lopes, que admira Rui Costa como jogador mas não o apoia como dirigente

“A Assembleia Eleitoral funcionará no Pavilhão 2 do Complexo Desportivo do Estádio da Luz e terá secções de voto nas Casas do Benfica em Albufeira, Algueirão-Mem Martins, Beja, Braga, Bragança, Castelo Branco, Coimbra, Évora, Faro, Grândola, Guarda, Leiria, Montijo, Oliveira de Azeméis, Paredes, Portalegre, Porto, Santarém, Seixal, Viana do Castelo, Vila Nova de Famalicão, Vila Nova de Gaia, Viseu e Vila Real”, anunciaram os encarnados. “Os associados residentes nos arquipélagos da Madeira e Açores e no estrangeiro poderão exercer o seu direito de voto pela internet, identificando-se pelo seu número de sócio e com o PIN que irão receber para o efeito”, acrescentaram sobre o ato que decorrerá entre as 8h e as 22h.