Circula no Facebook uma notícia que garante que Catarina Furtado se queixa de receber, como apresentadora da RTP, um salário mensal de 15 mil euros, o que corresponde a 500 euros ao dia. Porém, esta notícia, republicada recentemente pela página de Facebook “Vamos Lá Portugal”, é falsa.

Imagem da notícia falsa sobre Catarina Furtado e o seu salário

Quem confirma a falsidade desta notícia é a própria Catarina Furtado, quando contactada pelo Observador.

“Em nenhuma situação em que eu pudesse ter juízo podia fazer uma afirmação dessas. Respeito as pessoas que trabalham imenso e ganham muito menos do que isso”, disse Catarina Furtado.

A apresentadora recusou responder quanto ganha, mas ainda assim disse que a notícia, além de falsa quanto à sua suposta afirmação de estar descontente por ganhar 15 mil euros mensais, é também errada no que diz respeito àquele valor.

“Esse não é o meu salário”, sublinha, escusando-se a revelar se ganha mais ou menos do que aquela quantia, por uma questão de “elegância”.

Catarina Furtado adianta ainda que já foi sujeita a cortes salariais desde que está na RTP, tendo isso acontecido “absolutamente em consenso com a administração” da televisão pública. Numa dessas ocasiões, no pico da crise, a apresentadora garante até ter tido um corte salarial por sua própria iniciativa.

“Na altura em que houve um aperto natural do país inteiro, incluindo obviamente a estação pública, eu fui a primeira a dizer que achava legítimo que se pudesse baixar o meu salário”, sublinhou.

As notícias que garantem que Catarina Furtado está descontente com o seu suposto salário de 15 mil euros estão longe de serem novas. Uma breve pesquisa no Facebook demonstra que já em 2016 a página “Direita Política” tinha publicado o mesmo conteúdo, que foi partilhado mais de 800 vezes e que já este ano, em fevereiro, a página do “Vamos Lá Portugal” tinha feito o mesmo post que agora repete. Daquela vez, conseguiu pelo menos 242 partilhas. Agora, com a publicação de 25 de agosto, ficou-se pelas 13 partilhas.

Em nenhuma destas notícias falsas existe uma citação direta de Catarina Furtado ou uma fonte que indique haver descontentamento por parte da apresentadora por receber 15 mil euros. Pelo facto de a própria apresentadora ter garantido ao Observador que, além de não receber aquela quantia, nunca fez uma afirmação daquele género, a notícia partilhada pelo “Vamos Lá Portugal” é falsa.

Segundo a classificação do Observador, este conteúdo é:

Errado

No sistema de classificação do Facebook este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de factchecking com o Facebook e com base na proliferação de partilhas — associadas a reportes de abusos de vários utilizadores — nos últimos dias.