Está a ser partilhada no Facebook uma notícia falsa que anuncia a morte do ator brasileiro Murilo Rosa, aos 51 anos, devido à Covid-19. A alegada informação parece ter origem num texto publicado pelo site Notícia Relevante, entretanto desativado, a 13 de outubro.

O texto em causa diz respeito a uma publicação feita por Rosa sobre as mortes provocadas pela Covid-19, que terá emocionado os seus seguidores (o mais recente post do ator sobre as vítimas da pandemia é de dia 8 de outubro, mas as parcas informações da peça do Notícia Relevante não permitem identificar a publicação a que se refere). Mas o título escolhido pelo Notícias Relevante permite outras interpretações: “Infelizmente acaba de chegar triste notícia sobre o Ator Murilo Rosa aos 51 anos. ‘Descanse em Paz’”.

Este terá sido mal interpretado por alguns utilizadores, que partilharam o texto do site julgando que o ator, conhecido pela participação em várias telenovelas da Globo, tinha morrido na sequência da pandemia, o que não é verdade.

Murilo Rosa, que em agosto do ano passado deixou a Globo após 22 anos de contrato, integra o elenco do espetáculo “Barnum — O Rei do Show”, atualmente em cena na cidade de São Paulo, onde ficará até 28 de novembro. O musical é uma adaptação do filme “The Greatest Showman”, protagonizado por Hugh Jackman. A versão brasileira tem Rosa no papel principal.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

As últimas publicações do ator no Instagram são precisamente sobre “O Rei do Show”. A mais recente, feita durante a madrugada desta segunda-feira, 25 de outubro, é uma partilha de uma peça televisiva sobre o espetáculo. “Matéria linda sobre nosso Barnum”, comentou Rosa. “Deixo aqui para vocês assistirem.”

Esta segunda-feira, o ator publicou uma imagem que diz “vacinas não causam AIDS”, uma referência às declarações de Jair Bolsonaro sobre a vacina contra Covid-19, que acabaram por ser retiradas pelo Facebook porque as “suas “políticas não permitem alegações de que as vacinas de Covid-19 matam ou podem causar danos graves às pessoas”. O Instagram também acabou por tirar o vídeo.

Contactado pela Agência Lupa, o pai de Murilo Rosa, Odair Rosa, também desmentiu a informação que circula nas redes sociais. “Isso não procede. Meu filho está muito bem de saúde, nem Covid-19 ele teve”, disse ao site brasileiro de fact check. “Está tudo bem”, garantiu.

Conclusão

Não é verdade que o Murilo Rosa tenha morrido de Covid-19, aos 51 anos. A alegada informação partiu de uma má interpretação do título de um texto publicado no site Notícia Relevante, entretanto desativado, e foi negada pelo pai do ator à Agência Lupa.

Rosa permanece ativo nas redes socais, nomeadamente no Instagram, onde publica com regularidade, e integra atualmente o elenco de um espetáculo em cena em São Paulo até ao final de novembro. As notícias da sua morte são, por isso, manifestamente falsas.

Assim, de acordo com o sistema de classificação do Observador, este conteúdo é:

ERRADO

No sistema de classificação do Facebook este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

IFCN Badge