Depois de ter circulado e sido desmentido na versãoespanhola, surgiu a versão portuguesa de uma alegada cientista espanhola que, criticando os salários dos futebolistas comparando-os aos dos cientistas, pedia que fossem “Ronaldo ou Messi” a encontrar a cura para o novo coronavírus.

Uma das publicações que atribui declarações a uma cientista espanhola

A informação é falsa. Em primeiro lugar, a mulher na imagem é Isabel García Tejerina, uma antiga governante espanhola. García Tejerina esteve à frente do ministério da Agricultura e Pesca, Alimentação e Meio Ambiente nos governos de Mariano Rajoy, entre 2014 e 2018, e tinha sido já secretária-geral da Agricultura e Alimentação entre 2000 e 2004 e, depois, de 2012 a 2014, quando era Miguel Arias Cañete o responsável pela tutela da pasta no país.

A imagem que surge na publicação do Facebook foi registada em abril de 2018, na cidade de Meknès, em Marrocos, pela agência de notícias marroquina, a MAP (Agence Marrocaine de Presse), tal como é possível ver pelas iniciais que surgem no canto inferior direito da partilha no Facebook e que surgem aumentadas no início do vídeo partilhado pela agência no canal do M24TV, o canal de informação em contínuo da Agence Marrocaine de Presse).

Logotipo da MAP, que surge no início do vídeo no Youtube

Além de ter sido registado dois anos antes do início da pandemia mundial, o conteúdo do vídeo nada tem que ver com ordenados de cientistas baixos, mas sim com a felicitação do governo espanhol ao marroquino pelas política agrícolas aplicadas no país.

Isabel García Tejerina não é cientista e não há qualquer registo que tenha sequer proferido alguma declaração no sentido daquela que está espelhada na mensagem partilhada. Nem ela, nem qualquer membro da comunidade científica espanhola.

Conclusão

A imagem partilhada é falsa: a mulher não é uma cientista espanhola, mas uma antiga governante na área da agricultura e meio ambiente no país e não há qualquer registo de que tenha em algum momento comparado os ordenados de futebolistas com os dos cientistas em Espanha, apelando a que se pedisse agora aos futebolistas para arranjar uma cura para a Covid-19. Numa altura em que a comunidade científica internacional concentra todos os esforços no desenvolvimento de soluções para combater a pandemia mundial da Covid-19 não há registo de algum dos membros ter lamentado o valor que recebe pelo trabalho, contrastando com o de futebolistas.

Assim, de acordo com o sistema de classificação do Observador, este conteúdo é:

ERRADO

De acordo com o sistema de classificação do Facebook, este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact-checking com o Facebook.

IFCN Badge