Tem circulado nas redes sociais uma imagem que parece mostrar um elefante a transportar com a tromba a cria de uma leoa, que caminha ao lado do suposto benfeitor selvagem e do filhote. Parece, mas não mostra: a imagem foi manipulada a partir de outras fotografias e apresentada originalmente no Dia das Mentiras no Twitter do Parque Nacional Kruger, África do Sul.

A publicação em análise já foi partilhada 277 vezes até às 02h de 21 de dezembro. Captura de ecrã.

A publicação em causa afirma que o elefante teria encontrado a cria a caminhar com dificuldades, por causa do calor excessivo na savana, junto à progenitora. Apercebendo-se da morte iminente da cria, o elefante terá segurado o animal com a tromba até uma poça de água — e a leoa, sem atacar o elefante, terá seguido os dois até lá. Diz a publicação que o momento foi captado e considerado “a foto do século”.

Mas, na verdade, tanto a imagem como a estória não passaram de uma brincadeira no Dia das Mentiras publicadas precisamente a 1 de abril de 2018 na conta de Twitter “Kruger Sightings”. A imagem é creditada a Sloof Lirpa, um nome que não existe e que, lido da direita para a esquerda, transforma-se em “April Fools”, a expressão em inglês para Dia das Mentiras. E nunca ganhou nenhum prémio que faça dela “a foto do século”.

Isso mesmo foi depois esclarecido pelo Parque Nacional Kruger, num artigo detalhado publicado na página oficial, que recordou outras brincadeiras semelhantes publicadas nas redes sociais ao longo dos anos. Esta tornou-se viral porque, entre outros aspetos, “passámos horas a aperfeiçoar o Photoshop”: “Queríamos que fosse bom o suficiente para enganar a maioria, mas óbvio o suficiente para fazer com que os comentários como ‘Falso’ ou ‘Photoshop’ aparecessem, já que isso é engajamento”, considerou a conta.

Conclusão

É falso que um elefante tenha sido fotografado a transportar a cria de uma leoa enquanto ela caminhava ao lado do companheiro de savana e do filhote. Na verdade, a imagem não passa de uma montagem executada pela equipa do Parque Nacional Kruger, África do Sul, para entreter os seguidores no Dia das Mentiras.

Também é falso, portanto, que a imagem em causa seja “a foto do século” — um título que nunca lhe foi concedido por qualquer instituição.

Assim, de acordo com o sistema de classificação do Observador, este conteúdo é:

ERRADO

No sistema de classificação do Facebook este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

IFCN Badge