Joe Biden tomou posse no passado mês de janeiro, substituindo Donald Trump no cargo de presidente dos Estados Unidos da América. Ainda que o inquilino do número 1600 Pennsylvania Avenue, em Washington, tenha mudado, isso não quer dizer que as redes sociais estejam menos ativas a propagar informações falsas sobre esta figura.

Post falso que alega que o Fórum Económico Mundial e a administração Biden estão a trabalhar juntos.

No passado dia 16 de janeiro, surgiu uma publicação no Facebook que partilhava um alegado tweet do fundador do Fórum Económico Mundial, Klaus Schwab, que dizia o seguinte: “O Fórum Económico Mundial está a trabalhar com a administração Biden para garantir que a maior parte das pessoas sobrevivem à escassez de alimentos que se avizinha. Cidadãos que tenham os documentos de vacinação em dia vão receber pacotes de produtos proteícos à base de plantas.” Trata-se no entanto, de uma publicação falsa já desmentida por fact-checkers internacionais.

A verdade é que, ao procurar por resultados semelhantes no Twitter, através da conta oficial do fundador, Klaus Schwab, não é possível encontrar qualquer resultado credível. Essa foi a conclusão a que chegaram pelo menos dois fact-checkers internacionais que já verificaram esta publicação, o Check Your Fact e a agência Reuters. Nem mesmo utilizando a ferramenta que verifica o histórico de cada utilizador, mesmo quando as publicações são apagadas da internet (o web.archive.org), se chega a um tweet como o que é apresentado nesta publicação partilhada no Facebook. Também é importante referir que a conta que divulgou o tweet encontra-se, neste momento, suspensa.

O Fórum Económico Mundial — organização não governamental que, entre outras questões, já falou sobre uma “crise de fome sem precedentes” — garantiu à Reuters que se tratava de um tweet falso. “Foi enviado por uma conta falsa que sub representa a visão do Professor Schwab”, disse  Peter Vanham, chefe das Comunicações daquele organismo. Deu ainda outra garantia: o fundador criou uma conta oficial de Twitter como resposta ao surgimento de outras contas falsas associadas ao seu nome.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Já quanto a Joe Biden, também não há nenhuma afirmação pública que corrobore o tweet. Por outro lado, o seu pacote de estímulos de combate à Covid-19, o “American Rescue Plan” (aprovado no congresso norte-americano a 26 de fevereiro deste ano), no valor de 1.9 biliões  de dólares, está direcionado para várias frentes, entre as quais a das questões alimentares: ajuda às crianças que habitualmente se alimentam com apoio das escolas que frequentam e que, por causa das restrições da pandemia, estão privadas desse acesso. Mas em nenhum momento é referido que a administração Biden esteja a trabalhar com o Fórum Económico Mundial.

Conclusão

Não é verdade que o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, esteja a trabalhar com o Fórum Económico Mundial  para garantir que a maior parte das pessoas sobrevivem à escassez de alimentos que estará para se fazer sentir em breve.

O tweet divulgado pertence a uma conta, entretanto suspensa, de alguém que se fez passar pelo fundador daquele organismo, Klaus Schwab. Não é possível encontrar qualquer resultado semelhante na conta oficial de Schwab no Twitter. Um representante do Fórum Económico Mundial desmentiu o conteúdo divulgado pelo tweet, em declarações à agência Reuters. Outros fact-checkers internacionais, como o da agência Reutrs ou o Check Your Fact, verificaram a publicação e consideraram-na como falsa.

Assim, de acordo com o sistema de classificação do Observador, este conteúdo é:

ERRADO

No sistema de classificação do Facebook este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

IFCN Badge