É um meme que já tinha sido partilhado há um ano mas que volta a surgir agora, tendo sido novamente publicado a 2 de março de 2020 e com mais de 17 mil partilhas nos sete dias seguintes, de acordo com informação do Facebook. Por baixo das fotografia dos três líderes políticos da esquerda — Catarina Martins (BE), António Costa (PS) e Jerónimo de Sousa (PCP) — aparece informação relativa ao preço do barril de petróleo e o do litro de gasóleo, numa comparação entre 2015 e 2019. É feita uma relação entre a governação à esquerda (com PS apoiado por PCP e BE) nos últimos quatro anos e a evolução do preço do litro de gasóleo em Portugal que, de acordo com os dados avançados no meme, passou a ser 42 cêntimos mais caro naquele período quando o preço do barril de petróleo recuou 70 euros. Mas não é assim.

A publicação tem vários números falsos

A imagem, amplamente partilhada no Facebook, mostra que, apesar da descida do preço do barril de petróleo — de 120 dólares em 2015 para 50 dólares em 2019 — o preço do litro de gasóleo em Portugal não o acompanhou. Aliás, esse valor teria aumentado em 42 cêntimos, nesse mesmo período.

Comecemos pelo primeiro dado, o preço do petróleo. No final de 2015, no mês seguinte (dezembro) ao Governo PS entrar em funções, o preço do barril do petróleo não estava nos 120 dólares, mas sim nos 37,97 dólares, de acordo com dados compilados pela Direção-geral de Energia e Geologia (aceder a ficheiro através do link: “Cotações do Brent (a partir de 2009)”).

Já no fim de 2019, segundo a mesma fonte, o preço do barril de petróleo estava nos 67,31 dólares, 17,31 euros acima dos 50 dólares que o meme indica.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Dois erros logo aqui, nem a base de partida está certa (o valor do barril em 2015) — sendo mesmo 82,03 dólares inferior ao que está na imagem — nem o valor de chegada (preço em 2019) está correto. O que resulta no seguinte: entre 2015 e 2019, houve um aumento do preço do petróleo em 29,34 euros e não uma descida de 70 euros.

Além disso, não são também corretos os dados usados sobre o preço do gasóleo nos dois anos referidos. Em 2015 não ficou nos 1,04 euros apontados na imagem, mas nos 1,20 euros, segundo dados disponibilizados pelo Pordata. E em 2019 não foi de 1,46, mas de 1,41 euros. Houve, de facto um aumento entre 2015 e 2019, mas de 21 cêntimos (de 1,20 euros em 2015 para 1,41 em 2019) e não de 42 cêntimos, como refere a publicação.

Conclusão

É duplamente negativa a resposta às perguntas que estão no título. O valor do barril do petróleo não desceu 70 euros entre 2015 e 2019, tendo mesmo registado um aumento. E é também falsa a diferença referida dos valores do gasóleo, no comparativo dos dois anos: aumentou, mas metade do que consta no meme. A utilização de dados errados também não permite tirar a conclusão pretendida: mostrar como no período de governação do PS apoiado nos partidos de esquerda o preço do petróleo baixou mas o preço do gasóleo não. E isto porque, nesses quatro anos, o preço do petróleo aumentou, o que inviabiliza o resto do raciocínio.

De acordo com a classificação do Observador, este conteúdo é:

Errado

De acordo com a classificação do Facebook este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de factchecking com o Facebook e com base na proliferação de partilhas — associadas a reportes de abusos de vários utilizadores — nos últimos dias.

IFCN Badge