André Abrantes Amaral

Colunista

Artigos publicados

Política

Os três desafios da direita /premium

Agregar-se, não ceder ao populismo e as presidenciais já daqui a ano e meio. Estes três desafios ditarão o futuro da direita e do país. Complementam-se ao ponto de se falhar um, falharem todos.
PSD

O segundo é o primeiro dos últimos /premium

Saber perder é indispensável para que se corrijam os erros. Se o PSD não o fizer também não o conseguirá exigir ao PS quando for preciso que o país mude de política.  
Maioria de Esquerda

O que fez a geringonça foi o pânico /premium

395
Se foi o pânico com o sucesso do governo de Passos Coelho que motivou a aliança social-comunista, o que é que vai estar por trás do próximo arranjo parlamentar?
Euro

O meu problema com o escudo /premium

O problema do escudo é ser fraco porque mal gerido. Nele o país desiste de um desenvolvimento com salários altos e rende-se aos baixos salários. Se o euro é uma oportunidade, o escudo é uma condenação
PSD

O que é que fizeram à direita? /premium

306
O PSD que vai a votos a 6 de Outubro não é o que governou entre 2011 e 2015. É o PSD de Rui Rio, de Pacheco Pereira e de Ferreira Leite. É o PSD dos que concertadamente comentam realidades virtuais.
Brexit

Um elogio ao parlamentarismo britânico /premium

O referendo, com o seu carácter limitativo da discussão em causa, não permite um debate verdadeiro com negociação e cedência. Passada a tempestade, a democracia parlamentar britânica sairá reforçada.
Bloco de Esquerda

O absurdo que é Catarina Martins /premium

730
Catarina Martins diz que com a direita fora de jogo não se corta nas pensões e nos salários. Pois não. Com a esquerda a jogar cativam-se despesas e coloca-se em risco o SNS.
Ambiente

Viagem marítima com Greta Thunberg /premium

265
Esta crónica não é sobre as alterações climáticas, mas a técnica discursiva de alguns ambientalistas. Sobre a idealização de um mundo onde as massas prescindem de viver para que os escolhidos o façam.
Política

A sobrevivência do socialismo /premium

160
O socialismo é a protecção de um sector contra os que ficam de fora. O desejo de ordem e a desresponsabilização é natural entre os que querem segurança a todo o custo.
Pais e Filhos

Vê as estrelas que nós olhamos para ti /premium

Damos passos no escuro, "por que é que desligaste as luzes?", dou a volta ao carro e vejo-te com ar de quem não sabe o que o espera, "era uma surpresa, lembras-te?"
Brexit

O benefício da dúvida a Boris Johnson /premium

O sucesso de Boris Johnson não se limita a lograr levar o Brexit por diante ou tornar o RU o melhor lugar na Terra, mas mostrar que a política se exercida como luta democrática por causas vale a pena.
Maioria de Esquerda

A síndrome Maria Heloísa /premium

Não pensem que a maioria absoluta livra o PS do BE ou do PCP. Tanto um como outro são já parte integrante do PS que recebeu de braços abertos membros que, noutras eras, teriam aderido ao PCP ou ao BE.
Política

Alguns mitos da democracia portuguesa /premium

219
Alguns mitos desta democracia: que está tudo bem, que os portugueses são racistas e que a direita não existe porque é socialista. Contudo, como sucede com os verdadeiros mitos, estes também são falsos
Estado da Nação

Os podres da legislatura /premium

197
Esta legislatura termina e é tempo de balanço, mesmo que breve. Não é difícil imaginar Costa em 2015 sentado à secretária a tomar notas sobre o que teria de não fazer para se manter no poder até 2019.
Viana do Castelo

Como o Estado se virou contra nós /premium

333
Eis como o poder político se vira contra os cidadãos em vez de os proteger: o prédio Coutinho foi permitido e legalizado e agora, por razões estéticas, querem demoli-lo. Os fascistas não fariam melhor
Maioria de Esquerda

Como a esquerda mercantilizou a democracia /premium

141
É curioso que Catarina Martins, que diz não gostar dos mercados, utilize a técnica dos vendedores para convencer clientes, neste caso eleitores. A esquerda tornou a democracia num mercado selvagem.
PAN

A culpa como arma final /premium

Antes o pecador ia para o Inferno; agora destrói a Terra. A Igreja falava em nome de Deus; o PAN fala em nome do planeta. Onde foi buscar tal ideia é o que a democracia tem tido dificuldade em perguntar
Presidente da República

Marcelo pode tornar-se perigoso /premium

104
Ao pretender personificar a direita, o regime arrisca-se a que o Presidente extravase os seus poderes, e o sector liberal e conservador que está a surgir a que Marcelo pessoalize o seu espaço político
Presidente da República

Um pequeno de Gaulle chamado Marcelo /premium

Para Marcelo Portugal é um quintal do qual põe e dispõe. Também era para Soares, mas o crescimento limitou-lhe a intervenção. Sem economia que nos valha e com a direita no bolso, Marcelo age como quer
Política

Unir a direita no combate ideológico a ser feito /premium

219
Para não sermos governados por socialistas e neocomunistas, não basta à direita unir-se. É preciso que apresente um programa de governo sustentado numa mudança cultural que a coloque em 2019.
A página está a demorar muito tempo.