Trabalho

Trabalhadores com mais de 40 anos só devem trabalhar três dias por semana

58.826

Um estudo propõe que trabalhar demasiado tem um impacto negativo nas capacidades cognitivas dos trabalhadores. Os resultados mostram que quem tem mais de 40 anos só deve trabalhar 3 dias por semana.

MARIO CRUZ/LUSA

Um estudo australiano analisou os hábitos de trabalho de cerca de 3.000 homens e 3.500 mulheres com mais de 40 anos. Depois, comparou esses hábitos com resultados de testes ao cérebro. A conclusão: as pessoas tinham melhores resultados quando só trabalham três dias por semana. A história é contada pela BBC News.

A causa está no stress e exaustão a que o cérebro está submetido quando se trabalha demasiadas horas. Assim, a solução ideal passaria por trabalhos em part-time.

O estudo foi conduzido pelo Instituto de Economia Aplicada e Investigação Social da Universidade de Melbourne e analisou dados de um questionário sobre habitação, rendimentos e dinâmicas de trabalho feito pelo mesmo instituto.

Para testar as capacidades cognitivas dos participantes foi-lhes pedido que lessem em voz alta, dissessem uma lista de números por ordem decrescente e que associassem letras e números num limite de tempo. No geral, quem obteve melhores resultados trabalhava apenas 25 horas por semana.

Embora o trabalho seja importante para estimular o cérebro, o estudo sugere que trabalhar demasiado é mais prejudicial que não trabalhar de todo.

Embora os resultados piorem a partir das 25 horas semanais, o declínio é mais evidente a partir das 40 horas de trabalho por semana.

O estudo apenas analisou pessoas com mais de 40 anos, logo não há garantias que este grupo se comporta de forma diferente de outras faixas etárias.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Comportamento

A esperança é o café da manhã

Laurinda Alves

O que nos faz agir e transcender em cada dia é a esperança de que alguma coisa se componha, de encontrar sentido para a vida, de evoluir, de perceber mais. E temos esperança pela certeza do inesperado

Comportamento

A esperança é o café da manhã

Laurinda Alves

O que nos faz agir e transcender em cada dia é a esperança de que alguma coisa se componha, de encontrar sentido para a vida, de evoluir, de perceber mais. E temos esperança pela certeza do inesperado

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site