Testes

O teste da primária a que quase nenhum adulto passa

215

Há um teste da primária a circular num vídeo do YouTube a que, dizem os criadores, 95% dos adultos não consegue responder. Acha que faz parte da excepção? Responda às 19 perguntas aqui.

Getty Images

Um teste publicado na terça-feira da semana passada tornou-se viral por apresentar um exame da escola primária a que 95% dos adultos não consegue responder. O teste, composto por dezanove questões de cultura geral, é exposto e respondido num vídeo de oito minutos que já mereceu mais de dois milhões de visualizações no YouTube. Entre as perguntas há algumas sobre biologia, outras sobre geografia e questões de raciocínio mental. Ao que parece, a memória tem falhado aos internautas mais crescidos, que não se lembram de grande parte das respostas.

Acha que foge à regra? Aqui em baixo vai encontrar três perguntas em que tem de explicar o seu raciocínio e cujas respostas vai encontrar no fundo do artigo. Todas as outras podem ser respondidas no teste que preparámos para si e que está logo abaixo destas questões introdutórias. Bom trabalho!

  1. Como é que se pode multiplicar 66 por 1,5 sem recorrer a cálculos matemáticos?
  2. Onde é que há mais pescado: numa loja de animais de estimação ou no rio?
  3. Como se podem colocar dez pessoas em torno de uma mesa quadrada se quisermos ter o mesmo número de pessoas em todos os quatro lados?

Como correu o teste até agora? Faltam apenas as respostas às primeiras três perguntas. Consulte-as aqui em baixo.

  1. Basta virar o número 66 ao contrário para obter 99.
  2. Da forma mostrada na figura, que permite colocar 2,5 pessoas por lado.
  3. Numa loja de animais de estimação. Os que estão no rio ainda não foram pescados.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mlferreira@observador.pt
Crianças

Há Natais e Natais...

Rute Agulhas

Pais, mães, avós e restante família alargada. Deixemos as crianças viver a magia do Natal. Acreditar, mesmo que seja a fingir, no Pai Natal e nas renas, e na fábrica de brinquedos, e nos duendes.

IPSS

Raríssimas: o Estado é parte do problema

Rui Ramos

Mais do que por uma “vida de luxo”, a direcção da Raríssimas foi atraída por uma “vida de Estado”. Libertar a sociedade deste Estado gordo e promíscuo seria um meio de a libertar das piores tentações.

Brexit

Quem disse que sair da Europa era fácil?

Diana Soller

Esperemos que o executivo britânico se reorganize depressa. Ainda que o divórcio tenha tido até agora pouco de litigioso, uma das partes põe paus na engrenagem. E nas separações todo o cuidado é pouco

Crianças

Há Natais e Natais...

Rute Agulhas

Pais, mães, avós e restante família alargada. Deixemos as crianças viver a magia do Natal. Acreditar, mesmo que seja a fingir, no Pai Natal e nas renas, e na fábrica de brinquedos, e nos duendes.

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site